Imagem de Kaguya-Sama: Love is War

Créditos da imagem: Kaguya-Sama: Love is War/Divulgação

Séries e TV

Notícia

Conheça Kaguya-sama, anime que reúne paquera com estratégias de guerra

Comédia romântica de Aka Akasaka usa ensinamentos de A Arte da Guerra

Fábio Garcia
30.03.2020
11h28

O estrategista militar Sun Tzu é um dos nomes mais conhecidos da China. Ele viveu séculos antes de Cristo, mas seus ensinamentos sobre a arte da guerra ficaram para a História e influenciaram pessoas como Napoleão Bonaparte e provavelmente até o Freeza, vilão de Dragon Ball Z.

Mas não pense que o gerenciamento de exércitos funciona apenas para dominar territórios europeus ou ocupar o planeta dos saiyajins. Os ensinamentos de A Arte da Guerra de Sun Tzu funcionam inclusive... na hora da paquera. Ou pelo menos é isso que acreditamos na hora de assistir ao anime Kaguya-Sama: Love is War.

O mangá e o anime de Kaguya-sama

Antes de mais nada, Kaguya-sama: Love is War é uma comédia romântica criada por Aka Akasaka e publicada atualmente na Young Jump, uma revista "irmã" da Shonen Jump destinada ao público adulto. A história é protagonizada por Kaguya Shinomiya, a vice-presidente do conselho estudantil da prestigiada escola Shuchiin. A jovem trabalha lado a lado de Miyuki Shirogane, praticamente a perfeição em forma de rapaz, e os dois se apaixonam com o passar dos tempos.

Isso poderia ser o começo de uma bela história de amor, como em outros animes, mas não aqui: os dois foram criados sob o pensamento de que, em um relacionamento, existe o dominador e o dominado e nenhum dos dois quer ser a pessoa submetida às vontades do outro. Dessa forma, tanto Kaguya quanto Miyuki têm a mesma ideia: para sair por cima, vão criar planos para fazer o outro se declarar.

Como é padrão em séries de humor, Kaguya-sama contém várias histórias bem curtinhas a cada episódio, sempre com um novo plano mirabolante em que um dos protagonistas tenta arrancar uma confissão amorosa do outro. Com o passar dos episódios, mais pessoas vão se aproximando dos protagonistas, tornando os planos de conquista cada vez mais elaborados.

O lado "guerra" desse romance fica na cara já na abertura de Kaguya-sama: Love is War. Os elementos da vinheta são bem característicos das comédias românticas, com os personagens se olhando ou observando o horizonte, mas tudo muda quando Kaguya e Miyuki empunham armas como nunchakus, espadas e uma bazuca. Tudo é válido nessa guerra do amor, e a abertura se encerra com uma explosão... de corações (!?).

Abertura de Kaguya-Sama: Love is War

A arte da guerra do amor

Muitos consideram A Arte da Guerra como um livro para se vencer batalhas territoriais, inclusive boa parte da nossa noção atual de conflitos vem deste livro, mas se você abstrair um pouco as ideias é possível aplicar os ensinamentos de Sun Tzu num romance.

Logo no começo do anime, Kaguya cria um plano para ser convidada para sair por Miyuki. Tal qual Sun Tzu explorou no sexto capítulo de suas instruções de guerra, a vice-presidente do conselho de classe utilizou a fraqueza da posição de seu colega para criar uma armadilha na qual o convite para o encontro fosse inevitável.

Kaguya e Miyuki transformam qualquer besteira em uma guerra, como quando precisaram decidir se a viagem da escola seria para uma região montanhosa ou praiana. Ceder é perder, então o debate de ideias ganha cores de uma guerra como as travadas por Júlio César.

O segredo do humor de Kaguya-sama: Love is War está em como o autor pegou o jogo da sedução e colocou regras para transformá-lo em uma guerra por conquista de território. Os dois apaixonados não estão dispostos a ceder seus próprios corações. Qualquer pequeno passo na busca pela sedução do adversário é uma grande vitória no final do dia (literalmente, pois cada episódio termina com o narrador fazendo um balanço do vencedor daquela batalha).

Kaguya-sama: Love is War é daqueles animes que nos conquistam por serem diferentes, embora utilize todos os clichês de séries de jogos mentais (como Death Note) para o lado do humor. E também nos serve indiretamente como um guia sobre como NÃO paquerar.

A primeira temporada de Kaguya-sama: Love is War está disponível na Crunchyroll, e a segunda temporada tem estreia prevista para abril deste ano.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.