5 motivos para conferir FBI: Most Wanted, a nova série do criador de Law & Order

Créditos da imagem: Divulgação / Universal TV

Séries e TV

Lista

5 motivos para conferir FBI: Most Wanted, a nova série do criador de Law & Order

Dick Wolf assina a produção executiva da série derivada de FBI

Patricia Gomes
04.03.2020
21h56
Atualizada em
24.03.2020
14h51
Atualizada em 24.03.2020 às 14h51

Os amantes das séries procedurais, com as famosas tramas de "caso da semana", podem comemorar: FBI - Most Wanted é a nova aposta da TV. O spin off do já sucesso FBI terá episódios inéditos toda quarta-feira, às 23h, no Universal TV, então confira abaixo os motivos porque você deve prestar atenção na nova série:

Dick Wolf

TIBRINA HOBSON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP
Vencedor do Emmy, criador da já clássica Law & Order e da franquia Chicago assina a produção executiva do novo programa. Vale lembrar que suas séries estão sempre entre as maiores audiências da TV aberta norte-americana.
 

Mais Ação

Divulgação / Universal TV
No primeiro episódio do drama policial, já é possível conferir as diferenças da sua "série mãe" FBI. No derivado, a Força Tarefa liderada pelo agente LaCroix é energética, vigorosa e parte para a ação em grande parte do episódio. É importante citar que diferente de FBI, que foca em sua maioria na dupla OA e Maggie, a equipe de Most Wanted trabalha com cinco pessoas juntas dispostas a capturar os os criminosos mais procurados. 

Elenco

DAVID LIVINGSTON / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP

Julian McMahon, líder da equipe, já é um rosto conhecido da TV e do cinema. Você deve conhecê-lo por Nip/Tuck, dos filmes do Quarteto Fantástico (onde interpretou o Doutor Destino) ou até mais recentemente na série da Marvel, Fugitivos. Aqui, ele interpreta um agente muito raivoso e intenso nos seus casos, acompanhado por Kellan Lutz (Crepúsculo), Keisha Clark-Hughes (Star Wars: Episódio III – A Vingança dos Sith), Nathaniel Arcade (O Regresso) e Roxy Sternberg (Absentia). Sua história pessoal, que envolve a criação solo de sua filha após a morte da esposa, deve também ganhar espaço na trama.

Crossovers

Divulgação / Universal TV
FBI: Most Wanted começou dentro da 1ª temporada de FBI, onde, no 18º episódio Maggie e OA trabalharam em conjunto com a equipe do spin-off. No primeiro episódio da nova série, a diretora do FBI Isobel (Alana De La Garza), do elenco fixo de FBI, também marca presença. A franquia Chicago é um exemplo de como os crossovers funcionam e dão para o público novas perspectivas para as tramas. Com certeza teremos uma ligação entre as séries no futuro.

Formato procedural clássico

Divulgação /Universal TV

FBI: Most Wanted segue a cartilha das séries de crimes com casos da semana: algum mistério acontece no início do episódio para que a equipe o desvende até o final do mesmo, enquanto vamos acompanhando alguns momentos pessoais de cada personagem e como eles se relacionam entre si, entendendo a personalidade de cada um. Ela não é necessariamente inovadora, mas quem já é fã do formato, tem uma nova aposta na mão que vale a pena ser vista.