Filmes

Artigo

"Go ask Alice": A significância de "White Rabbit", usada no trailer de Matrix 4

Hit do Jefferson Airplane inspirado em Alice toca na primeira prévia de Matrix Resurrections

Caio Coletti
09.09.2021
11h30
Atualizada em
09.09.2021
13h52
Atualizada em 09.09.2021 às 13h52

As primeiras notas de baixo de "White Rabbit", inconfundíveis, começam a tocar no trailer de Matrix Resurrections logo depois da cena de introdução, enquanto os logos esverdeados da Warner e da Village Roadshow aparecem na tela.

A mística da canção de 1967, um dos raros hits mainstream da banda experimental Jefferson Airplane, vem conquistando Hollywood há décadas, aparecendo em produções que vão de Platoon (1986) a Kong: Ilha da Caveira (2017), passando por séries de TV como Big Little LiesThe Handmaid's Tale - mas a conexão dela com o quarto Matrix parece ser especial.

Durante o trailer, a letra composta pela vocalista do Airplane, Grace Slick, ecoa de perto o que vemos nas cenas. Por exemplo: quando Slick canta sobre pílulas que te tornam maior ou menor, e despreza "aquelas que a sua mãe te dá" por "não fazerem nada demais", vemos Neo (Keanu Reeves) jogando fora o seu estoque de pílulas azuis, que o mantêm inconsciente da existência da Matrix.

É tudo um jogo de referências a Alice no País das Maravilhas, é claro. Uma intrigante nova personagem mostra ao nosso protagonista uma cópia do clássico infantil de Lewis Carroll e, logo depois, o vemos às voltas com espelhos defeituosos que ele eventualmente atravessa - como Alice na continuação Através do Espelho - para descobrir uma outra realidade.

De acordo com a própria Grace Slick, "White Rabbit" é uma canção sobre curiosidade, que cita o Coelho Branco do livro como um símbolo do impulso humano de descobrir e explorar coisas novas e contestar a sabedoria tradicional. Em plenos anos 1960, é claro, a musicista estava falando de experimentar drogas psicodélicas e "expandir sua mente", mas a mensagem é universal.

Para uma franquia como Matrix, que tem em seu próprio fundamento o texto de contestação da ordem social vigente - esta é uma história, afinal, sobre um grupo de pessoas que se rebela contra uma realidade artificial e luta pela sobrevivência do mundo "de verdade" -, e que usa pílulas e horror corporal para simbolizar essa contestação, Alice é uma referência até óbvia, de tão apropriada.

Alice no País das Maravilhas aparece no trailer de Matrix Resurrections (Reprodução)

Ouvir a voz de Slick entoando "a lógica e a proporção desabaram mortas no chão" enquanto O Escolhido e seus companheiros usam a irrealidade da Matrix para desafiar as leis da física é parte fundamental do impacto do novo trailer de Resurrections. Sem a escolha genial de "White Rabbit", ele não funcionaria tão bem quanto funciona.

Ah, e a mensagem final da cantora não poderia ser mais apropriada: "Alimente sua cabeça". Ela poderia muito bem ter falado para tomarmos a pílula vermelha.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.