Filmes

Lista

Matrix Reloaded | Relembre 11 cenas icônicas do longa em seu aniversário de 15 anos

Filme chegou aos cinemas em 2003

Camila Sousa
15.05.2018
14h48
Atualizada em
29.06.2018
02h42
Atualizada em 29.06.2018 às 02h42

Se Matrix revolucionou o cinema e a cultura pop em 1999, com seus conceitos tecnológicos e suas roupas de couro, Matrix Reloaded não conseguiu exatamente o mesmo feito. Lançada em 2003, a produção chegou cheia de expectativas, mas, ao deixar mais perguntas do que respostas, decepcionou muitos fãs que até hoje preferem considerar apenas o primeiro longa da franquia.

Porém, nem tudo é ruim no filme de Lana e Lilly Wachowski (que, na época, assinavam como The Wachowski Brothers). Há, por exemplo, uma grande discussão sobre as fraquezas e dúvidas de Neo (Keanu Reeves), o escolhido para salvar a raça humana. Assim como acontece em Star Wars, o protagonista parece se enfraquecer ao ter sentimentos tão humanos quanto seu amor por Trinity (Carrie-Anne Moss). Também há muitas comparações de sua figura com o Superman: tanto ao conseguir voar, quanto ao não aceitar a morte de sua amada.

O memorável agente Smith (Hugo Weaving), agora desconectado da Matrix, é uma ameaça constante e protagoniza grandes cenas de ação, apesar de vários trechos parecerem uma repetição dos conceitos do primeiro longa. E Morpheus, que guiou Neo desde o começo de sua jornada, demonstra fragilidade em certos momentos, principalmente quando tem sua crença no Escolhido colocada em cheque. Ele é o ponto central da discussão entre fé e sobrevivência que acontece em Zion e também participa da perseguição para proteger o Chaveiro.

E tudo isso é apresentado com a fotografia e o visual visual icônicos da franquia, ao som de muita música eletrônica. Então, para celebrar os 15 anos de lançamento de Matrix Reloaded, reunimos abaixo 11 desses momentos icônicos do filme:

11 - Morte de Trinity

O filme começa com uma grande sequência de ação, que mostra a morte de Trinity pela primeira vez. Para os fãs, que não sabiam que tudo era um sonho premonitório de Neo, foi um momento impactante.

10 - Neo, a Lua e muita música eletrônica

Como foi citado no filme, Neo tem a capacidade de voar como o Superman e faz isso logo no começo da produção. Apesar de bonita, a cena incomoda pelos efeitos visuais, que deixam Keanu Reeves com visual artificial.

9 - Morpheus em Zion

A última cidade verdadeira do mundo é onde o filme expressa seus conceitos de humanidade. Enquanto todos dançam, talvez em sua última noite de vida, Neo e Trinity também se entregam aos seus instintos.

8 - Neo e o Oráculo

Uma das partes mais importantes de Neo no longa é seu encontro com o Oráculo. Além das conversas filosóficas e enigmáticas, a cena também mostra um grande contraste entre os corredores escondidos da Matrix e os outros lugares.

7 - Os 100 Smiths

O encontro de Neo com o exército de Agentes Smith é um dos momentos que os fãs mais se lembram. Novamente, os efeitos extremamente artificiais incomodam, mas o conceito da cena continua interessante até os dias atuais, principalmente pela demonstração de força de Neo.

6 - Neo e Persephone

Sem dúvidas, uma das cenas mais desconcertantes do filme é o beijo entre Neo e Persephone. A esposa de Merovingian concorda em ajudar o trio, desde que o protagonista a beije como se realmente a amasse. Embora a justificativa da personagem seja a vontade de sentir emoções novamente, a cena é desconcertante - para Trinity e para nós.

5 - Luta ou dança?

Ao enfrentar os capangas de Merovingian, Neo dá outra demonstração de suas técnicas de luta. A direção e a coreografia da cena chamam a atenção e é possível comparar os movimentos à passos de dança.

4 - Gêmeos na estrada

Para proteger o Chaveiro, Morpheus e Trinity protagonizam uma grande cena de perseguição com os Gêmeos (e depois os agentes). Valem os elogios para a edição e para a música utilizada na sequência, "Mona Lisa Overdrive", assinada pelo grupo Juno Reactor.

3 - O arquiteto da Matrix

Quando finalmente encontra a porta cheia de luz, seu grande objetivo no filme, Neo fica cara a cara com o arquiteto da Matrix. O diálogo que acontece é um dos mais enigmáticos de toda a franquia e ressalta a escolha impossível de Neo entre seu amor e a salvação de Zion.

2 - O poder do amor

Se o Superman mudou a rotação da Terra para salvar Lois Lane, Neo desencadeia sua força de uma forma nunca vista antes quando sabe que precisa salvar Trinity. Graficamente, essa potência é demonstrada pelo fogo que se alastra quando ele sai voando.

1 - O Escolhido?

Mesmo desconectado da Matrix, Neo termina o filme enfrentando as máquinas que tentam chegar à Zion. Ele afirma que “algo está diferente” agora e ele sente a aproximação delas.