Thunderbolts

Créditos da imagem: Marvel Studios/Marvel Comics/Divulgação

HQ/Livros

Artigo

Mocinhos, anti-heróis e vilões: quem são os Thunderbolts

Equipe criada por Kurt Busiek e Mark Bagley em 1997 ganhará filme em 2024

Omelete
5 min de leitura
13.09.2022, às 16H46

A formação dos Thunderbolts do MCU enfim foi anunciada, com Yelena (Florence Pugh), Soldado Invernal (Sebastian Stan), Guardião Vermelho (David Harbour) e outros personagens recentemente adicionados à franquia. Ao que tudo indica, a equipe reunida por Val (Julia Louis-Dreyfus) em algumas cenas pós-créditos da Fase 4 deve atuar como uma espécie de unidade clandestina que lidará com ameaças com as quais os Vingadores não podem se envolver. Nos quadrinhos, no entanto, a história do grupo é bem diferente.

Originalmente introduzida em O Incrível Hulk #449, de 1997, a equipe foi criada pelo Barão Zemo (sob o codinome Cidadão V) e trazia Besouro, Meteorita, Atlas, Soprano e Tecno, antes conhecidos como Mestres do Terror. Aproveitando o sumiço dos Vingadores e do Quarteto Fantástico — que na época passavam pelo infame evento Heróis Renascem —, os vilões se disfarçaram como heróis, mas tinham como objetivo real usar seu novo status para obter informações sigilosas da SHIELD. O tiro saiu pela culatra, no entanto, quando Zemo percebeu que seus companheiros estavam cada vez mais inclinados ao heroísmo. Essa decepção, somada à frustração de não conseguir os segredos de estado que queria, levou o nazista a expôr a verdade sobre o time e colocá-los todos na lista de procurados.

Depois de muitas idas e vindas com a SHIELD — que incluíram, entre outras coisas, uma viagem interdimensional —, os Thunderbolts eventualmente se estabeleceram como uma equipe heróica ,. Sob a liderança do Clint Barton/Gavião Arqueiro, o time conseguiu o aval da Comissão de Atividades Superhumanas e até dos próprios Vingadores para agir, ganhando a simpatia do público ao salvar São Francisco de Graviton.

Após várias operações bem-sucedidas (ou quase isso), os Thunderbolts originais precisaram se separar como consequência de uma luta contra Henry Gyrich, um agente da CAS que já havia rivalizado com a equipe no passado. Controlado pelo Barão Von Strucker, Gyrich incriminou o supertime e, assim, os obrigou a fugir. A confusão foi resolvida e o grupo teve seu nome limpo, mas, como consequência, Barton acabou preso por ajudá-los em sua fuga.

Novas versões temporárias dos Thunderbolts chegaram a se unir, lideradas tanto por Barton quanto por Zemo, mas o grupo só voltaria de vez quando Besouro, Soprano e Atlas se aliaram a Genis-Vell/Fóton, Corisco, Joystick, Homem Radioativo e Nevasca. Juntos, eles enfrentaram vilões como o Homem-Púrpura, o Barão Von Strucker e o Quinteto Abissal — aliás, sob ordens do governo, eles chegaram até a enfrentar os Novos Vingadores como parte de uma operação para instalar equipamentos para monitorar o quartel-general dos Heróis Mais Poderosos da Terra.

Guerra Civil e Invasão Secreta

Durante a 1ª Guerra Civil dos Heróis, os Thunderbolts foram reformulados mais uma vez, desta vez sob o comando de Norman Osborn, que recrutou Venom, Mercenário, Espadachim, Rocha Lunar, Halloween, Lady Letal, Homem Radioativo, Treinador e outros vilões para capturar super-humanos fugitivos. Esse barril de pólvora eventualmente explodiu quando quatro telepatas usaram seus poderes para fazer os membros da equipe se virarem uns contra os outros. O resultado foi Osborn voltando à sua persona de Duende Verde e matando vários membros da equipe governamental que auxiliava os Thunderbolts.

Após a Invasão Secreta dos skrulls, Osborn aproveitou a debandada de heróis e o crescente sentimento de desconfiança nas instituições para assumir o comando da SHIELD. Uma vez lá, ele levou vários membros de seu time para formar uma nova equipe — os Vingadores Sombrios. O vilão ainda criaria mais uma versão dos Thunderbolts, formada por Viúva Negra (Natasha Romanoff disfarçada como Yelena Belova), Fantasma, Homem-Formiga (Eric O’Grady), Carrasco (Cleavon Twain) e Paladino, que atuavam como uma espécie de unidade especial de Osborn.

Essa formação da equipe foi a mais cruel até o momento, mas não foi a última versão a ser criada para fins nefastos. Zemo (sempre ele) e Wilson Fisk, então prefeito de Nova York, chegaram a criar seus próprios Thunderbolts para caçar vigilantes da cidade como Justiceiro, Demolidor e Homem-Aranha.

Heróis de novo

Antes disso, no entanto, o nome “Thunderbolts” voltou a ser usado por grupos liderados por Luke Cage e Soldado Invernal, e quase sempre contando com uma mistura de heróis e ex-vilões em busca de redenção. O mais famoso deles foi o grupo formado por Thad Ross/Hulk Vermelho, Elektra, Agente Venom e Justiceiro, que ingressava em operações secretas das quais outros heróis não tomariam parte.

Atualmente, Luke Cage — que substituiu Wilson Fisk na prefeitura de Nova York — reuniu seus próprios Thunderbolts. Encabeçado pelo Gavião Arqueiro, o grupo reuniu Fóton (Monica Rambeau), América Chavez, Poderoso (Víctor Álvarez), Persuasão (Kara Killgrave, a ex-Garota Púrpura) e o recém-criado Gutsen Glory, e foram esses membros que derrotaram os Thunderbolts do Rei do Crime em sua primeira missão. As aventuras do novo grupo podem ser conferidas na nova mensal da Marvel, que começou a ser publicada em agosto de 2022 nos Estados Unidos.

No MCU

Pelo que foi visto até agora na Fase 4 e na D23 2022, é muito provável que os Thunderbolts do Marvel Studios se aproximem mais da versão liderada pelo Hulk Vermelho nos anos 2010, com Val Cooper reunindo anti-heróis para liderar operações sigilosas para o governo. Com vários espiões e supersoldados, essa nova equipe parece muito mais equipada para missões secretas e não-oficiais do que para substituir os Vingadores e enfrentar as ameaças cósmicas que já sabemos que estão por vir nas Fases 5 e 6.

Oficializado em junho, Thunderbolts tem estreia marcada para 26 de julho de 2024 e marcará o fim da Fase 5 do MCU. O filme terá direção de Jake Schreier (Vingança Sabor Cereja).

O Omelete agora tem um canal no Telegram! Participe para receber e debater as principais notícias da cultura pop (t.me/omelete).

Acompanhe a gente também no YouTube: no Omeleteve, com os principais assuntos da cultura pop; Hyperdrive, para as notícias mais quentes do universo geek; e Bentô Omelete, nosso canal de animes, mangás e cultura otaku.

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.