Skrulls Capitã Marvel

Créditos da imagem: Capitã Marvel/Marvel Studios/Reprodução

HQ/Livros

Artigo

Por que os Skrulls têm direito de não ser apenas vilões no Universo Marvel

Capitã Marvel apresentou um lado desconhecido da raça alienígena

Load Morales
26.03.2019
09h07

Desde o anúncio na San Diego Comic-Con, em 2017, sabemos que os Skrulls seriam os vilões do filme da Capitã Marvel, que se passaria nos anos 90 e nos mostraria a Guerra Kree/Skrull. Porém, o filme que chegou aos cinemas surpreendeu com um plot muito interessante, utilizando os Skrull de uma forma bem diferente do que estamos acostumados nos quadrinhos.

Quarteto Fantástico
Marvel/Reprodução

Para quem não sabe, os Skrulls são uma raça alienígena criada por Stan Lee e Jack Kirby nas páginas do Quarteto Fantástico, estreando em 1962 na Fantastic Four #2. Nessa época, os nossos amigos de pele verde foram descobertos como um grupo de espiões que tentaram fazer uma invasão na Terra, mas foram vencidos pelo Quarteto - que os transformou em vacas pra viver pacificamente na terra.

É por isso que, desde a revelação dos primeiros concept arts de Capitã Marvel na San Diego Comic-Con, ficou certo de que os Skrulls seriam os grandes antagonistas do filme, ou pelo menos é o que pensávamos. Ben Mendelsohn, conhecido por seus papéis vilanescos, é o líder da invasão Skrull Talos, o Indomável. A escalação tornou a surpresa ainda maior: o personagem não era o vilão que muitos esperavam e sim um líder em busca um novo lar para a sua raça, que há anos vem sendo exterminada pelos Kree.

Skrulls Capitã Marvel
Capitã Marvel/Marvel Studios/Reprodução

Mas quem é Talos nos quadrinhos e por que escolher ele como personagem de Capitã Marvel no lugar de tantos outros Skrulls mais famosos? Afinal, dentre as opções tínhamos Kl'rt, que podemos dizer ser o mais famoso da raça, conhecido como Super-Skrull. Bem, como dito antes, alguns desses skrulls são personagens que surgiram na revista do Quarteto Fantástico e isso poderia causar problemas, já que na época da pré-produção/filmagens, o acordo com a Fox ainda não havia sido finalizado. Sendo assim, o Marvel Studios precisou achar alguém mais obscuro na sua lista de Skrulls. Ao mesmo tempo, encontrou alguém com uma história interessante nos quadrinhos.

Vingadores Skrulls
Marvel/Reprodução

Talos é um Skrull que remete à saga original dos quadrinhos chamada de Guerra Kree/Skrull, escrita entre 1971 e 1972 por Roy Thomas e desenhada por Sal Buscema, Neal Adams e John Buscema. Inspirada por esse arco, a guerra Kree-Skrull do filme já dura séculos e esse conflito acaba se espalhando para a Terra. Os Krees estão caçando os Skrulls, mas não sabemos exatamente os motivos.

E é aí que o filme pegou todos de surpresa. Após apresentar as duas raças alienígenas, quem conhece os arcos das HQs esperava uma adaptação direta da Guerra Kree-Skrull ou até mesmo Invasão Secreta, já que o filme se passa na Terra. É por isso que o desfecho pode ter decepcionado alguns fãs de quadrinhos, acostumados com os Skrulls sendo vilões em diversas histórias - como a já citada Invasão Secreta, publicada aqui em 2008. Ninguém parou para pensar nos reais motivos deles serem como são. Aliás, vale lembrar, nem todos Skrulls são iguais, - como a Princesa Anelle, que nos quadrinhos teve um romance com o Kree Mar-Vell. Cansada da xenofobia entre Skrulls e Krees, ela tentou arruinar o ataque dos dois impérios e chegou até mesmo a se aliar aos Vingadores, colocando assim um fim à guerra.

Marvel/Reprodução

O fato de os Skrulls não serem vilões incomodou tanta gente porque ainda não havia uma construção ''forte'' da imagem da raça pelo outro lado. Analisando com calma, é fácil constatar que os Krees também foram apresentados como vilões em sua primeira aparição na história do Quarteto Fantástico (1967), criados pela mesma equipe, Stan Lee e Jack Kirby. Surgiram como vilões após a equipe abater um robô Kree colocado na Terra para monitorar a evolução do planeta. Indo um pouco além, verificamos que o Império Kree é uma ditadura, toda religião que não enalteça a Suprema Inteligência é proibida - existe apenas uma minoria de pacifistas que segue a religião Cotati (inspirados, por sinal, na raça que foi completamente eliminada pelos Kree). Sem mencionar que o foco do Império, em geral, é manter-se forte e imaculado nas tentativas de expandir-se cada vez mais por toda a galáxia!

Marvel/Reprodução

Mas mesmo assim, por que ainda vemos os Krees como os mocinhos e os Skrulls como vilões? Uma boa parte disso é por conta do primeiro Capitão Marvel. Mar-Vell era Kree, então embora a raça geralmente seja antagonista nas histórias, eles contam com seu eventual mocinho. A questão é: faltavam alguns Skrulls que representassem esse lado do ''bem'' da raça. Há exemplos nos quadrinhos, mas nada tão marcante como o Capitã Marvel. Entre eles está Hulkling, um Kree-Skrull filho de Mar-Vell e da princesa Anelle, que por ser híbrido é proclamado em diversas profecias como o imperador que trará a paz e acabará com as guerras de raças.

É bom lembrar que os Skrulls são uma raça, ou seja, não quer dizer que todos sejam malvados e queiram somente a destruição do mundo. Assim como vimos no filme da Capitã Marvel, Talos quer apenas um lugar para viver em paz. Curiosamente, na Fantastic Four #2 de 1962, antes do Senhor Fantástico transformar os três Skrulls em vacas, eles dizem que só querem viver uma vida de paz: “Odiamos ser Skrulls! Preferimos ser qualquer outra coisa!'' e "Teremos uma vida de paz? Prometa que seremos felizes?".

Marvel/Reprodução

Um exemplo maior do outro lado dos Skrulls será a minissérie “Meet The Skrulls", escrita por Robbie Thompson, com artes de Niko Henrichon e capas do Marcos Martinque, que estreou neste mês nos Estados Unidos. O arco mostra uma premissa aparentemente inofensiva - uma família de Skrulls disfarçados visita a Terra para ter uma noção do lugar, vivendo uma vida normalmente terráquea. É definitivamente um lado dos Skrulls que nunca vimos no Universo Marvel. Será possível ao longo das cinco edições ter noção de como eles são quando não estão tentando dominar o mundo/universo e até mesmo compreendê-los. É no mínimo um material bem curioso.

Marvel/Reprodução

''Meet the Skrulls'' pode ser uma consequência do filme, assim como outras obras, então faz bastante sentido Capitã Marvel mostrar os Skrulls novamente em busca de um lugar para viver, o que não anula o fato de termos Skrulls vilões surgindo no futuro. Independente dos lados, Capitã Marvel deixou claro que as raças e seus conflitos existem nesse universo, então podemos esperar outros desfechos no futuro.