Foto de Vingadores: Ultimato

Créditos da imagem: Vingadores: Ultimato/Marvel Studios/Divulgação

Filmes

Notícia

Vingadores: Ultimato | Roteiristas falam sobre a joia da alma em Vormir

Como será que foi AQUELE reencontro?

Camila Sousa
09.05.2019
09h41

[Cuidado com spoilers abaixo]

Em entrevista ao podcast HeroBlend (via Geek Tyrant), os roteiristas Christopher Markus e Stephen McFeely falaram sobre a dinâmica da joia da alma em Vormir em Vingadores: Ultimato. Ao final do filme, o Capitão América volta no tempo com a missão de entregar cada joia ao seu local de origem:

“É uma boa pergunta. É uma troca eterna (...). É como um banco antigo com um tubo pneumático”, disse McFeely.

“Há uma abertura (...). Você coloca de volta, mas não recebe nada de volta. Não é como uma loja de penhores”, completa Markus.

Questionados se o encontro entre Capitão América e Caveira Vermelha poderia ter sido incluído no filme, Markus respondeu: “Para mim isso [não incluir no filme] foi difícil de superar, porque eu queria muito. ‘como vão vamos mostrar o Capitão no espaço vendo o Caveira Vermelha?’. De qualquer forma, não era a história para contar do Capitão, mas é extremamente tentador”.

Anteriormente o diretor Joe Russo também comentou o encontro: “O Caveira Vermelha provavelmente colocou a joia de volta em seu lugar e ficou esperando pelo próximo desafortunado que faria um sacrifício pela joia. Cap e Caveira provavelmente não lutaram, porque era a missão dele retornar a joia para o local de origem. O Caveira Vermelha também não é o mesmo do primeiro longa do Capitão América. Ele é quase como um fantasma, é possível dizer que ele é uma entidade completamente diferente agora. Ele só existe para guardar a joia, sua consciência anterior pode existir ou não”.

Vingadores: Ultimato está em cartaz nos cinemas e já bateu vários recordes de bilheteria - confira os números aqui.