Os Eternos | Kevin Feige confirma herói abertamente LGBTQ+ no filme

Créditos da imagem: Divulgação/Marvel Studios

Filmes

Notícia

Os Eternos | Kevin Feige confirma herói abertamente LGBTQ+ no filme

Presidente do Marvel Studios afirma que homossexualidade é parte do personagem

Gabriel Avila
26.08.2019
15h32
Atualizada em
26.08.2019
15h55
Atualizada em 26.08.2019 às 15h55

Os Eternos, novo filme da Marvel, terá um herói abertamente LGBTQ+. Em entrevista ao Good Morning America, o presidente do Marvel Studios afirmou que a homossexualidade é parte do personagem: “Ele é casado, tem família e isso é apenas parte de quem ele é.”, disse o executivo, sem revelar quem é o personagem.

A atriz Salma Hayek, que interpretará Ajak no longa, comentou sua escalação com entusiasmo: "Como mulher te dizem que não sobreviverá nessa industria após os 30. Eu sou uma super-heroína aos 50."

Lauren Ridloff, que viverá Makkari, celebrou sua escalação para o papel. A atriz, que é surda na vida real, será a primeira super-heroína com deficiência auditiva do MCU: "É uma grande honra. É muito legal interpretar um personagem que tradicionalmente é interpretado por um homem loiro, muito distante de mim".

A cineasta Chloé Zhao deve comandar a produção, escrita por Matthew Ryan Firpo, responsáveis por Ruin, eleito um dos melhores roteiros de 2017. Ainda não há muitos detalhes sobre a história, mas anteriormente foi divulgado que a trama será uma história de amor entre os Eternos Sersi e Ikaris, retratados no quadrinhos de Jack Kirby.

Criados em 1976, os Eternos são uma raça de super-humanos criados pelos alienígenas Celestiais durante sua visita à Terra. Porém, ao mesmo tempo que conceberam este grupo, os experimentos genéticos dos Celestiais originaram também os Deviantes, uma espécie de face corrompida das suas primeiras criações.

Entre os personagens já apresentados no cinema que têm alguma relação com essas raças destaca-se Thanos, que nas HQs é filho de um casal de Eternos e carrega os genes Deviantes.