Jared Leto como Morbius, o Vampiro Vivo

Créditos da imagem: Sony Entertainment Pictures/Divulgação

Filmes

Lista

Morbius | As referências conflitantes a diferentes universos do Homem-Aranha

Analisamos toda a divulgação do filme para tentar entender onde do multiverso ele está

Eduardo Pereira
06.12.2021
10h45

Um dos principais destaques do painel da Sony Pictures Entertainment na CCXP Worlds 21, Morbius trouxe ao evento um novo pôster oficial, uma primeira cena completa e mais uma boa dose de especulação para os fãs de filmes inspirados nos quadrinhos da Marvel. Apresentando o conteúdo promocional do filme, o astro Jared Leto citou Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa como sinal de que "o multiverso está aberto", indicando que o filme do Vampiro Vivo não existirá em uma realidade inacessível para o Universo Cinematográfico da Marvel (MCU). Ainda assim, ainda fica a dúvida: em qual universo ele existirá?

Para tentar responder essa pergunta, ou pelo menos reunir elementos que podem levar a uma resposta dentro de pouco tempo, o Omelete mergulhou em todo o material promocional de Morbius divulgado até hoje para reunir as referências que o filme fez, publicamente, a universos do Homem-Aranha, nas telonas. O resultado é um retalho conflitante que toca ao mesmo tempo nas realidades paralelas da trilogia do Homem-Aranha de Sam Raimi, com Tobey Maguire, nos filmes de O Espetacular Homem-Aranha, com Andrew Garfield, nos longa do MCU, com Tom Holland, e até nos dois filmes do Venom, protagonizados por Tom Hardy.

Pôster do Teioso de Tobey Maguire

Cena de Morbius
Sony Pictures Entertainment/Divulgação

Apontada como um erro e até usada para alimentar memes críticos à qualidade dos filmes da Sony, essa cena do primeiro teaser de Morbius, revelado em 2020 (e que foi repetida em um trailer lançado neste ano, além de um promo) ganhou um novo significado graças aos rumores em torno de Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa. Isso porque, há mais de um ano, era difícil imaginar que o universo de Sam Raimi seria revisitado nas telonas – algo que mudou bastante de lá para cá.

Com a possibilidade real de que a versão de Tobey Maguire do herói fará parte do novo filme do MCU, e que a idade real do ator estará refletida no personagem (implicando em toda uma história que não foi mostrada no cinema) é possível imaginar que Morbius se passe no mesmo universo que Homem-Aranha (2002), Homem-Aranha 2 (2004) e Homem-Aranha 3 (2007).

A temática do horror, central ao personagem, encaixaria melhor nessa realidade, uma vez que Raimi sempre bebeu do gênero ao adaptar personagens como o Duende Verde, Doutor Octopus e Venom. Além disso, todos os anos nos quais não vimos o que se passou nesse universo (de 2007 a 2021) poderiam justificar a acusação de "assassino" que cobre o pôster onde aparece o herói. 

O Abutre do MCU voltou?

Cena de Morbius
Sony Pictures Entertainment/Divulgação

O maior problema com a teoria do universo de Sam Raimi é que ela esbarra em outra surpresa revelada no mesmo teaser, de 2020: o retorno de Michael Keaton, que viveu o vilão Adrian Toomes (o Abutre) em Homem-Aranha: De Volta ao Lar (2017). Oras, se Morbius se passa no MCU, aquele pôster com uma versão passada do herói só poderia ser um erro, não? Bem, não necessariamente.

É possível que a cena tenha sido construída pela Sony na esperança de um novo acordo com a Marvel Studios permitisse que a versão do Homem-Aranha ali estampada fosse substituída posteriormente pela Tom Holland, aí sim confirmando o Vampiro Vivo no MCU. Mas, considerado o viés mais adulto dado à produção, é mais provável pensar que o Toomes visto interagindo com Michael Morbius (Leto) seja uma variante do Abutre pertencente aquele universo alternativo. Por quê? Continue lendo!

A Oscorp de O Espetacular Homem-Aranha

Cena de Morbius
Sony Pictures Entertainment/Divulgação

É difícil vislumbrar a realidade de Morbius como sendo a mesma do MCU, não só por conta do tom do personagem, mas pela preocupação da Sony em povoar o material promocional do personagem com referências a toda a sua história com o Homem-Aranha, nos cinemas. Nesse plano aberto da cidade de Nova York, por exemplo, fica visível um prédio da Oscorp que usa a tipografia apresentada em O Espetacular Homem-Aranha (2012), não em Homem-Aranha (2002), para mostrar a empresa ligada ao Duende Verde.

Trata-se da terceira referência a um universo cinematográfio diferente do Teioso, o que pode posicionar o filme protagonizado por Jared Leto como sendo de uma realidade alternativa a todas as outras, nas quais elementos que compõem a obra de Raimi, os filmes protagonizados por Garfield e o MCU se convergem compondo um universo novo (mas que pode levar a todos esses outros caso os estúdios assim queiram no futuro). Seria uma saída prática que permitiria animar os fãs, sem se comprometer a cumprir quaisquer expectativas antes de um sucesso (ou fracasso) confirmado do longa.

O Clarim Diário de Sam Raimi

Cena de Morbius
Sony Pictures Entertainment

A outra alternativa mais prática para a Sony seria justamente manter o filme em um universo já encerrado, que não vá levantar grandes questões, ao menos que revisitado. Deve ser por isso que mais um elemento dos filmes de Sam Raimi dá as caras aqui: uma edição do jornal Clarim Diário de J. Jonah Jameson (J. K. Simmons), onde Peter Parker (Maguire) trabalha em todos os três filmes.

Embora o sensacionalista e raivoso jornalista exista no MCU, ele não trabalha mais com mídia impressa, nessa realidade. Ao mesmo tempo, o personagem sequer aparece nos filmes de O Espetacular Homem-Aranha. Será mais um indício de que Jared Leto habita no mesmo panteão de Willem Dafoe, Alfred Molina, Thomas Haden Church e Topher Grace?

"Eu sou Venom"

Cena de Morbius
Sony Pictures Entertainment/Divulgação

É um alívio cômico, mas ao mesmo tempo soa como uma risadinha voltada à confusão do público: na cena final do mais recente trailer de Morbius, o personagem-título vivido por Leto parafraseia o bordão popularizado por Eddie Brock (Hardy) em Venom (2018) e Venom: Tempo de Carnificina (2021).

Oficialmente, o simbionte linguarudo vive em um universo cinematográfico à parte de todos os outros do Teioso, mesmo tendo ido parar no MCU na cena pós-créditos do longa mais recente. Ainda assim, a referência feita em um filme há tanto tempo em desenvolvimento reduz as possibilidades do Vampiro Vivo para duas: co-existir com o personagem de Hardy ou com o universo Raimi, onde já houve um Venom.

De qualquer forma, as respostas virão em 21 de janeiro de 2022, com a estreia de Morbius. Na trama do filme, Leto (Esquadrão Suicida) encarnará o bioquímico Dr. Michael Morbius, que se transforma em vampiro durante um experimento em que tentava curar uma doença sanguínea. O personagem foi criado por Roy Thomas e Gil Kane em 1971, como vilão do Aracnídeo.

O filme é dirigido por Daniel Espinosa (Protegendo o Inimigo), e conta com roteiro de Burk Sharpless Matt Sazama (Power Rangers). Matt Smith (The Crown), Adria Arjona (Círculo de Fogo: A Revolta) e Tyrese Gibson (Velozes e Furiosos) completam o elenco.

O Omelete agora tem um canal no Telegram! Participe para receber e debater as principais notícias da cultura pop (t.me/omelete).

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.