Filmes

Artigo

Relembre como Homem-Aranha: Longe de Casa continuou Vingadores: Ultimato

Filme do Teioso mostrou consequências de Thanos e complicou a vida de Peter Parker

A cozinha
27.12.2019
18h01

Vingadores: Ultimato foi o maior evento do Universo Marvel, e não demorou muito para os efeitos da vitória sobre Thanos serem sentidos não apenas no mundo, mas também em um dos principais heróis do estúdio: O Homem-Aranha. Relembre como Longe de Casa lidou com a morte do Homem De Ferro, as repercussões para o Teioso e as curiosidades da produção no texto abaixo, e também no Hyperdrive acima!

A ideia original da Marvel quando recuperou os direitos do herói era fazer um filme para cada ano de colégio do herói. Contudo, após os resultados de Ultimato, Kevin Feige e sua equipe entenderam que o Cabeça de Teia precisava de um descanso - literalmente. Ao contrário do primeiro filme onde ele busca responsabilidades e sonha em ser um Vingador, agora ele só quer descansar e ser um garoto, o mais longe possível de responsabilidades. O mundo, porém, não quer o mesmo.

Mesmo na Europa, o garoto encontra novos desafios. O principal deles aparece como Mystério, vivido por Jake Gyllenhaal. A ligação do ator com o Amigão da Vizinhança é antiga, do início dos anos 2000. Após o primeiro Homem-Aranha dirigido por Sam Raimi, Tobey Maguire estava com problemas nas costas e bem insatisfeito com seu salário. Por isso, a Sony considerou seriamente trocar de protagonista para a continuação, e um dos favoritos foi Gyllenhaal. O ator nunca confirmou a história, e sempre ficou em cima do muro quando o assunto surge, mas isso não o impediu de comemorar nas redes sociais quando conseguiu o papel de vilão. O vídeo não tem nada demais, mas vale prestar atenção na brincadeira na legenda: “Acabei de descobrir que não vou viver o Homem-Aranha

View this post on Instagram

I just realized I’m not playing Spider-Man.

A post shared by Jake Gyllenhaal (@jakegyllenhaal) on

Gyllenhaal se jogou no papel do Mystério e conversou muito com a produção sobre como deveria interpretar o vilão. Para sua versão, pensou: se o Tony Stark foi um mentor cauteloso no longa original, Mystério, agora, seria uma espécie de “tio legal”, o cara que entende as dificuldades do garoto e verdadeiramente se conecta com ele… somente para enganá-lo e roubar o óculos projetado pelo Homem de Ferro. A vida do Peter Parker nunca seria fácil, mas pelo menos ele ganhou novos trajes.

Além do retorno do Aranha de Ferro e dos Uniformes utilizados no primeiro longa, o herói ainda ganhou duas novas roupas. A primeira é aquele traje stealth, todo preto que lhe foi dado por Nick Fury, e que ficou conhecido como o Macaco Noturno. Ryan Meinerding, que é o responsável por basicamente todo o visual dos filmes do Marvel Studios, explicou que o diretor Jon Watts queria algo parecido com o Aranha-Noir, então desenvolveu o traje um pouco mais sofisticado e atualizado. Para a roupa que o garoto desenvolveu, ele pensou em algo mais simples, e tentou entrar na mente de Parker para criar algo funcional e que mantivesse a essência do Teioso. É seguro dizer que ele conseguiu.

Os trajes foram uma grata surpresa, mas não a maior do filme. Essa ficou para a cena pós-crédito. O retorno de J.K. Simmons ao papel de J. Jonah Jameson pegou todos de surpresa. O diretor Watts afirmou que a produção procurou o ator aos 45 do segundo tempo, e foi um plano arriscado, pois ele não tinha certeza que se ele aceitaria e não tinha nenhum outro nome para o personagem. Caso ele não topasse, era possível que a cena fosse muito diferente. Simmons ficou empolgado com o possível retorno, mas decidiu ligar para Sam Raimi para pedir a benção do cineasta - que aprovou quase imediatamente. Ele voltou de uma maneira diferente: se antes ele era um editor de jornal, agora ele é um youtuber sensacionalista. A cena não apenas ficou boa, mas também indicou como seria o futuro do herói no cinema - que por muito pouco não mudou completamente.

Após o sucesso do filme, a Disney e a Sony se desentenderam e por um breve período de tempo, o herói saiu oficialmente do Universo Marvel. Ninguém sabia como seria seu futuro, mas depois de muita negociação, ele voltou para Marvel - para fechar sua trilogia, pelo menos.