Logo de Cavaleiro da Lua

Créditos da imagem: Marvel Studios/Divulgação

Séries e TV

Notícia

Cavaleiro da Lua | Diretor diz que série será “divertida, mas pesada”

Mohamed Diab afirmou que humor e ação da produção serão criativos

Nico Garófalo
06.09.2021
18h56

Diretor de Cavaleiro da Lua, Mohamed Diab revelou alguns detalhes sobre o tom da série. O cineasta comparou a produção do Marvel Studios ao restante de sua obra, dizendo que, apesar de manter as características de seus trabalhos “duros, sérios e sobre assuntos importantes”, o seriado também terá muito do que estamos acostumados a ver no MCU.

Quando vocês assistirem, não reconhecerão que sou eu dirigindo”, disse Diab ao THR. “Fico dizendo para a minha esposa ‘não acredito que sou engraçado em outro idioma’”, brincou o diretor egípcio, afirmando ainda que Cavaleiro da Lua será uma mistura de “divertido e pesado”. “Estamos sendo muito criativos com o humor e a ação”.

Diab também lembrou o processo para desenvolver a série junto ao estúdio comandado por Kevin Feige. Ao lado da esposa e parceira de produção, Sarah Goher, o diretor escreveu uma proposta de 200 páginas para apresentar ao Marvel Studios e ficou otimista com suas chances de engatar o projeto. “Honestamente, foi uma ótima proposta. Na hora que terminamos de escrever, disse pra Sarah que se não conseguíssemos esse trabalho, é porque algo está errado”.

Tem sido uma ótima experiência, estou aprendendo muito. Tenho gostado mais de coisas do meu trabalho independente e de outras coisas da ‘grande máquina’”, continuou. “Não consigo comparar a Marvel a nada, mas é uma grande máquina. Eles são gênios”.

Cavaleiro da Lua é focada em Marc Spector, que, nas HQs, é um ex-militar que vira mercenário. Sua vida muda completamente quando, numa missão no Egito, ele recebe a visita do deus Khonshu, que o transforma no Cavaleiro da Lua, um avatar da divindade egípcia.

O elenco da série conta com Oscar Isaac como o protagonista, Gaspard Uliel (Hannibal - A Origem do Mal) como o Homem da Meia-Noite, Ethan Hawke (Fé Corrompida) como um vilão misterioso, e May Calamawy (Ramy) em papel ainda não divulgado.

Ainda não há data de estreia definida.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.