Pirataria custou US$ 2,4 bilhões ao mercado de mangás em 2023

Mangás e Animes

Notícia

Pirataria custou US$ 2,4 bilhões ao mercado de mangás em 2023

Pandemia disparou número de sites que divulgam conteúdo pirateado

Omelete
1 min de leitura
24.05.2024, às 15H13.

Não é de hoje que a pirataria é combatida na indústria do entretenimento. Mas as bootlegs de álbuns gravadas nos anos 60 e 70 não fazem sombra ao tamanho do estrago que os arquivos MP4 e PDFs fazem hoje em dia. E o mercado dos mangás não está isento desse impacto.

Segundo uma pesquisa da Nikkei, a pirataria teve um crescimento inédito durante a pandemia, e no ano de 2023, custou assustadores US$ 2,4 bilhões à indústria dos mangás. O disparo no índice acontece ao mesmo tempo que os mangás e animes são mais consumidos do que nunca no ocidente, em mercados que já se interessavam pelos produtos, mas nunca consumiram tanto, como o Brasil.

O fato de séries de sucesso como One-Punch Man estarem disponíveis na Netflix também ajuda na popularização dos formatos no Brasil, levando mais pessoas a conhecerem os animes e, portanto, buscar os mangás. "Novos sites surgem um atrás do outro. Essa tendência é maliciosa. É essencial que continuemos tomando o máximo de medidas anti-pirataria que pudermos", afirmou a agência.

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.