Tesouros escondidos no line-up do Lollapalooza 2019

Créditos da imagem: Divulgação

Música

Lista

Tesouros escondidos no line-up do Lollapalooza 2019

Festival acontece em 5, 6 e 7 de abril

Julia Sabbaga
25.03.2019
15h50
Atualizada em
25.03.2019
16h09
Atualizada em 25.03.2019 às 16h09

O Lollapalooza se aproxima e, apesar das discussões focarem nos headliners - Kendrick Lamar, Arctic Monkeys e Kings of Leon - o line-up do festival está recheado de bandas tanto nacionais quanto internacionais que merecem destaque. Confira abaixo alguns tesouros escondidos no line-up do Lollapalooza:

Molho Negro

O Molho Negro é um dos primeiros grupos a se apresentar no Lollapalooza 2019, abrindo o palco Adidas logo na quinta-feira. A banda de Belém do Pará, formada em 2012, é conhecida por suas letras acidaz e ironicas, que marcam o seu último álbum, Normal, lançado em 2018. O show é imperdível não somente pela sonoridade mas por uma apresentação única; em diversos shows, os integrantes desmontam a bateria e montam de novo no meio do público, para tocar uma musica com uma roda em volta do baterista. 

The Fever 333

O The Fever 333 é um dos nomes de rock em ascenção que aparece logo cedo no line-up do Lollapalooza. Formado em 2017, o grupo americano mistura punk com hip-hop e cria um som pesado que chamou atenção. Ele rapidamente se tornou a banda de abertura do Bring Me The Horizon na Europa e já colaborou com o baterista do Blink-182, Travis Barker. O The Fever 333 foi indicado ao Grammy este ano na categoria de melhor performance de rock, por "Made an America", e lançou seu único álbum de estúdio, Strength in Numb333rs, em janeiro. 

Portugal. The Man

O Portugal. The Man já tem anos de carreira - o grupo do Alaska foi formado em 2004 - e diversos álbuns de estúdio, mas a sua vida no Lollapalooza 2019 promete. O grupo passou pelo mesmo festival em São Paulo em 2014, quando competiu com o horário do Imagine Dragons e sofreu de problemas de som, mas ele volta agora com uma bagagem ainda mais explosiva. Nos últimos anos, a banda lançou o aclamado Woodstock, que trouxe o hit que os estabeleceu no mainstream, "Feel It Still", que promete animar a tarde de sexta-feira. 

Liniker e os Caramelows

Entre as grandes sensações do line-up nacional do Lollapalooza está Liniker e os Caramelows, banda de Araraquara que surpreende com seu blues cada dia que passa desde o seu álbum de estreia, Remonta, de 2016. O conjunto liderado pela cantora e compositora Liniker Barros marcou os palcos do Lollapalooza no ano passado e teve um ótimo show interrompido por problemas de som. Por isso, será bom ver o grupo tendo seu momento novamente no festival, ainda mais com um novo álbum, Goela Abaixo.

Lany

Formado em 2014, a banda de Los Angeles Lany tem chamado cada vez mais atenção por um indie e synth-pop sombrio. O trio marcou palcos em festivais ao redor do mundo, no Coachella, Governors Ball e Bonnaroo, e passa agora pela primeira vez pelo Brasil, trazendo um aclamado segundo álbum, Malibu Nights. O disco lançado no ano passado revelou uma sonoridade mais próxima ao rock, com mais guitarras, e mais melancolia, com canções sobre coração partido.

Jorja Smith

Jorja Smith, cantora e compositora britânica, teve uma ascensão meteórica em 2016, quando subiu, independentemente, em seu soundcloud, a sua faixa "Blue Lights". O seu single de estreia chamou atenção de grandes nomes da música, recebendo elogios de Drake, e ela passou a abrir os shows de Bruno Mars. A cantora vem ao Brasil depois de um baita ano: não somente ela lançou seu aclamado primeiro álbum, Lost & Found, como participou da trilha de Pantera Negra com uma composição em parceria com Kendrick Lamar e foi indicada ao Grammy como melhor artista revelação. O seu R&B misturado com pop e hip hop marcará a tarde de sábado do festival.

Luiza Lian

O começo do último dia do Lollapalooza é marcado por grandes nomes da música brasileira, de estilos totalmente diversos. Quem abre o palco Adidas no dia é Luiza Lian, cantora e compositora que levará sua mescla de eletrônico e MPB ao público do festival. Em seu show performático e acompanhada por Charles Tixier, Luiza traz o seu terceiro álbum de estúdio, Azul Moderno, um trabalho mais pessoal e espiritual.

Letrux

A cantora Letícia Novaes já tinha uma carreira consolidada junto a Lucas Vasconcellos na banda Letuce quando partiu para uma carreira solo recentemente, em 2016. Em 2017, sob o nome de Letrux, a compositora recebeu elogios da crítica pelo seu primeiro álbum solo, Letrux em Noite de Climão, que marcará o palco do Lollapalooza. O disco é uma mistura de pop dançante com rock melancólico com letras afiadas, que prometem animar o público do domingo. 

IZA

Completando um dia de variedades musicais das cantoras nacionais, IZA é um dos nomes inesperados no line-up do Lollapalooza, até porque a cantora de "Dona de Mim" foi anunciada tardiamente na programação. A carioca, um dos maiores nomes do pop atual, cita Lauryn Hill, Rihanna e Tina Turner entre suas maiores influências, e levará seu música com toques de R&B ao festival no fim da tarde do domingo.

The Struts

Assim como a IZA, o The Struts surgiu de surpresa no line-up, depois que o festival já tinha anunciado a enorme maioria dos nomes. Formado em 2009, a banda britânica traz um rock retrô que remete gigantes como Aerosmith, Strokes e até Queen. Em pouco tempo de carreira o grupo já abriu apresentações de Rolling Stones, The Who, Guns N 'Roses e Mötley Crüe, e lançou dois álbuns, sendo que o último, Young & Dangerous, marcou as paradas de rock e música alternativa nos EUA.