Foto de Lollapalooza Brasil

Créditos da imagem: Lollapalooza Brasil/Camila Cara/Divulgação

Música

Artigo

Lollapalooza | Twenty One Pilots transforma show em quintal e faz espetáculo

Com show bem produzido e plateia na mão, dupla norte-americana mostra que entende muito bem seu público

Jacídio Junior
07.04.2019
22h52

O Twenty One Pilots veio ao Lollapalooza 2019 preparado para conduzir seu público por um espetáculo. Responsável pelo encerramento do palco Ônix, o duo já tinha o público em suas mãos nas primeiras notas da faixa “Jumpsuit”, a abertura da noite. A partir desse momento só houve a confirmação de que a plateia estava ali para se divertir.

Com uma apresentação tecnicamente impecável, fica clara a intenção de Tyler Joseph e Josh Dun de fazer com que todos os movimentos realizados no palco criem a sensação de algo grande e incrível. E eles alcançam esse objetivo de forma magistral, sempre entregando algum elemento capaz de gerar um novo chamariz, para que o público permaneça vidrado na performance.

Essa foi a segunda passagem do ToP pelo Brasil e parece que a dupla entendeu bem o público daqui, não perdoando nem mesmo a competitividade nossa competitividade com os argentinos, tudo para conseguir ainda mais barulho de quem já gritava com todas as forças.

Com o público nas mãos, e com todo o espaço reservado para a plateia do palco Ônix tomado, não dá pra negar que a apresentação tem elementos de espetáculo, apostando em aspectos teatrais, com dançarinos, jatos de fumaça, um carro em chamas e muita produção. Tudo pensado para entregar entretenimento pesado do início ao fim.

Enquanto o tempo passava, a apresentação parecia um festival de hits, não importava a faixa, a empolgação e os gritos aumentavam assim que as primeiras notas ressoavam pelo espaço. A mistura de todos esses elementos acabam transformando a apresentação da dupla em algo realmente interessante, já que a performance e a interação dos dois funciona de maneira realmente poderosa, hipnotizando o público.

A dinâmica de faixas como “Ride”, impressiona, e, como se o público não estivesse realmente tão dentro da apresentação, músicas como “Stressed Out” - uma das mais conhecidas do grupo - leva tudo para um patamar ainda mais intenso.

Já perto do final do show, depois de Dun tocar bateria sobre o público, de contarem com a rápida presença de Dimitri Vegas & Like Mike, e de Tyler escalar a torre de iluminação em frente ao palco, não resta dúvida de que o duo é realmente performático e não poupa recursos para fazer de sua apresentação um momento realmente capaz de impactar a vida de seus fãs.

Por fim, o show da Bandito Tour apresentado no Lolla mostra que a busca por um espetáculo de arena gera entretenimento grandioso e, definitivamente, criado com a intenção de manter focadas no palco, todas as pessoas que sofrem com variados níveis de déficit de atenção.