Lollapalooza | Troye Sivan empolga com pop dançante em show impecável

Créditos da imagem: Mila Maluhy/Lollapalooza 2019/Divulgação

Música

Artigo

Lollapalooza | Troye Sivan empolga com pop dançante em show impecável

Cantor e compositor enalteceu público brasileiro e diz que quer voltar em breve

Mariana Canhisares
05.04.2019
17h30
Atualizada em
05.04.2019
19h21
Atualizada em 05.04.2019 às 19h21

Mesmo com o show no Palco Adidas ainda no começo, Troye Sivan não conteve a animação e logo agradeceu a energia do público do Lollapalooza 2019. Segundo o cantor e compositor australiano, nos últimos dias da sua turnê sul-americana, ele fez alguns dos melhores shows da sua carreira. “Obrigado, vocês foram o melhor público que eu já vi”, afirmou mais de uma vez ao longo da apresentação. “Nunca vou esquecer essa experiência na América do Sul”.

Sempre com um sorriso no rosto, Sivan comandou o público com seu pop dançante e não deixou ninguém ficar parado nem na mais lentas das músicas. No setlist do australiano predominaram as faixas de Bloom, seu último álbum, lançado em 2018. Mas ele também revisitou sucessos do disco de estreia, Blue Neighbourhood, e parcerias com outros artistas. “Wild”, por exemplo, foi cantada a plenos pulmões pelo festival. Já em “1999”, faixa de Charlie XCX em que participa, o gramado do Autódromo de Interlagos virou uma pista de dança com vibes nostálgicas.

Diante de muitas bandeiras do Orgulho LGBTQ espalhadas pela multidão de milhares de pessoas, o cantor introduziu a música “Heaven” com discurso acolhedor sobre diversidade. “Às vezes é tão difícil ser um membro da comunidade LGBTQ, parece que estamos em uma luta constante. Mas plateias como a de hoje fazem com que eu sinta que tudo vai ficar bem. Porque nós temos uns aos outros”.

A resposta, além de longos aplausos, foi mais uma vez um chamado ao presidente Jair Bolsonaro, conhecido por suas declarações homofóbicas. No primeiro dia de Lollapalooza, essa atitude dos fãs têm sido bastante comum, durante shows e até aguardando o início do próximo artista a subir no palco.

O cantor impressionou pela sua presença de palco, sua simpatia e realmente pela qualidade da apresentação. Sivan, que aprendeu uma ou outra palavra de português com os fãs durante o show - desde “eu te amo” ao clássico “lindo, tesão, bonito e gostosão” -, disse desde o princípio que sente que precisa voltar para o Brasil logo. Certamente será muito bem-vindo de volta se depender do público do Lollapalooza.