Foto de Lollapalooza Brasil

Créditos da imagem: Lollapalooza Brasil/Camila Cara/Divulgação

Música

Artigo

Lollapalooza | Com performance hipnótica do vocalista, The Struts ganha público

Banda mostrou domínio total da audiência com mistura entre Queen e The Darkness

Jacídio Junior
07.04.2019
18h02
Atualizada em
07.04.2019
23h35
Atualizada em 07.04.2019 às 23h35

Chegar cedo ao Lollapalooza é quase sempre uma boa oportunidade para descobrir bandas que ainda desfrutam de uma base de fãs não tão grande no Brasil.

E com os britânicos do The Struts não foi diferente. Responsáveis por abrir a janela de apresentações internacionais do palco Budweiser neste domingo (7), o grupo liderado pelo vocalista Luke Spiller ganhou o público faixa a faixa, graças a uma bem dosada mistura entre elementos que lembram Queen e The Darkness.

Era notável como o magnetismo e a conexão da banda com o público foi trazendo cada vez mais pessoas para perto do palco e simplesmente congelando a atenção de todos, que respondiam a todos os estímulos do grupo.

A presença de palco de Spiller também é algo que merece destaque. Se movimentando sem parar e lembrando muito a sensualidade dos músicos da década de 70 e 80, era praticamente impossível ficar parado enquanto ele dançava e cantava.

No fim das contas, depois de uma hora com uma banda mostrando como uma performance sem excessos pode ser contagiante, fica só uma questão: será que existe uma escola inglesa para ensinar como dominar palco e público de forma tão poderosa? Bem, possivelmente só eles podem nos dizer isso.