Foto de Lollapalooza Brasil

Créditos da imagem: Lollapalooza Brasil/MRossi/Divulgação

Música

Artigo

Lollapalooza | Após falha no ano passado, Liniker volta com show impecável

Grupo teve show interrompido em 2018

Julia Sabbaga
06.04.2019
17h28

O palco era o mesmo e o horário quase igual ao do ano passado, mas o show de Liniker e os Caramelows no Lollapalooza em 2019 estava muito mais lotado do que em 2018, quando o grupo teve uma performance exemplar interrompida por uma falha no som. Na época, a cantora segurou a barra e prometeu retornar. Dito e feito. Fazendo o segundo show do sábado do Palco Onix, a artista e sua legião de músicos talentosos marcou o festival com sua sonoridade dançante e fez toda a multidão balançar.

Não demorou para que Liniker lembrasse o show do ano passado: “Esse é um dia muito especial para a gente. É bom poder voltar pro lolla e terminar esse show. Vamos terminar sim!”. A plateia sacou a referência e respondeu com aplausos, antes da performance de “Prendedor de Varal”.

A apresentação flutuou entre as mais tranquilas, como “Calmô” e mais dançantes, como “Tua”, um dos melhores momentos. Na performance, a banda usou e abusou da qualidade do som este ano, impecável, fechando a canção com um momento vocal das duas backings, e da líder da banda, que arrancou gritos do público. Nos longos trechos instrumentais, a banda também impressionou com uma potência e harmonia únicas.

O show de Liniker definitivamente não foi o primeiro no festival a contar com gritos contra o presidente Jair Bolsonaro, mas a cantora foi a artista que mais encorajou o coro, iniciado pelo público: “É para isso que a gente tá aqui, para resistir”. O momento político não parou por aí, quando a cantora também enfatizou a diversidade no público, comparado aos outros anos: “É muito bom olhar a plateia do Lolla e me ver mais em vocês esse ano”.

Infelizmente, o som não foi perfeito do começo ao fim. Na linda performance de “Zero”, que fechou o show, uma microfonia começou. Foi uma pena, mas a leve falha não prejudicou a performance. Liniker saiu emocionada e queria atender aos pedidos de “mais um”, mas a pontualidade rígida do festival não permitiu.

Liniker e os Caramelows redimiram o festival de um problema técnico considerável, e voltaram em 2019 para um show mais completo, cheio e amoroso.