Tatiana La Casa de Papel

Créditos da imagem: Netflix/Reprodução

Netflix

Artigo

Quem é Tatiana, a misteriosa esposa de Berlim em La Casa de Papel?

Personagem apresentada na Parte 3 sabe de todo o plano de assalto ao Banco Central da Espanha

Natália Bridi
02.04.2020
14h50
Atualizada em
03.04.2020
15h13
Atualizada em 03.04.2020 às 15h13

Tatiana é um dos grandes mistérios de La Casa de Papel. Pianista clássica, ladra de joias e par romântico de Berlim, ela é apresentada ao Professor no episódio 6 da Parte 3, “Tudo Parecia Insignificante”, em um flashback que se passa em torno de cinco anos antes do assalto ao Banco Central da Espanha.

Ela adorou o assalto ao Banco da Espanha. Ela sabe. Não há segredos entre nós. Na verdade, ela gostou mais do que do seu à Casa da Moeda”, conta Berlim durante o café da manhã, deixando o Professor em pânico. Berlim defende a amada, revelando que passaram meses realizando roubos pela Europa e que nunca tiveram problemas: “Passamos 14 horas em um porão abrindo um buraco na parede e fizemos amor como se não houvesse amanhã”. Ao que o Professor responde criando a primeira grande regra do assalto: “O golpe não pode ser intoxicado por romantismo”.

No episódio 6 da Parte 3, essa memória serve para contrastar os eventos do presente e as relações pessoais/emocionais do Professor. Foi o suficiente para os fãs criaram diversas teorias sobre a personagem misteriosa, chegando a levantar a possibilidade de que Tatiana, interpretada por Diana Gómez, seria a versão mais jovem da inspetora Alicia Sierra (Najwa Nimri). A teoria, porém, não faz muito sentido, já que só se passaram cinco anos do seu primeiro encontro com o Professor no mosteiro e o assalto ao Banco Central. Sem mencionar que nenhum personagem de La Casa de Papel é vivido por atores diferentes entre os momentos do passado e do presente. Há também teorias sobre Tatiana ser uma assaltante infiltrada entre os reféns.

Tatiana na Parte 4

[Cuidado com os spoilers!]

Tatiana La Casa de Papel
Netflix/Reprodução

Os primeiros episódios da Parte 4  já descartam a teoria de que ela seria uma assaltante infiltrada entre os reféns - há sim uma pessoa infiltrada, mas conectada ao núcleo de Denver/Moscou. A nova temporada mostra o casamento de Berlim com Tatiana, o quinto do assaltante, e a festa realizada no mosteiro tendo como convidados o Professor, Marselha, Bogotá e Palermo. Declarando para Berlim suas preocupações, o Professor teme pela felicidade da jovem, já que seu irmão tem data para morrer. Berlim responde que Tatiana sabe da sua doença e que dará a ela os dois ou três melhores anos da sua vida até possivelmente traí-la: “A traição faz parte do amor”, declara.

O discurso do flashback tem relação com Palermo, o próprio Professor e o dilema que será enfrentado por Lisboa, mas novamente levanta a questão do papel de Tatiana nesse história. Berlim a traiu antes do assalto à Casa da Moeda levando o casamento ao fim? O homem do primeiro assalto certamente não é um homem apaixonado. Palermo, Marselha e Bogotá também foram deixados de fora do primeiro plano, por quê? E como o Professor envolveria Tatiana nesse segundo plano, teria ela interesse em honrar o ex-marido? Ou seria apenas a dona da informação que tornará a Inspetora Sierra vitoriosa? A camiseta que ela usa no seu primeiro encontro com o Professor dizia “eu nunca, nunca, nunca, vou esquecer”, o que pode ser o indicativo de uma pessoa rancorosa. Porém, ela também tinha informações valiosas sobre o primeiro plano e não revelou nada para a polícia na época. 

Pelo desfecho da parte 4, essa resposta só deve chegar com novos episódios de La Casa de Papel.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.