Arturo Netflix

Créditos da imagem: Divulgação

Netflix

Lista

7 vezes em que quisemos bater no Arturo de La Casa de Papel

Personagem da série da Netflix se tornou ainda mais detestável na Parte 4

Natália Bridi
03.04.2020
19h44
Atualizada em
03.04.2020
20h10
Atualizada em 03.04.2020 às 20h10

La Casa de Papel equilibra personagens carismáticos com outros detestáveis, mas se há alguém que merece o título de traste absoluto é Arturo Román (Enrique Arce), o antigo diretor da Casa da Moeda transformado em coach motivacional. A seguir, listamos os momentos em que o ódio por Arturo tomou conta de quem estava vendo a série da Netflix:

[Cuidado com os spoilers da Parte 4]

Rejeitou a amante grávida

Arturo La Casa de Papel
Divulgação

Já no começo de La Casa de Papel Arturo se mostra detestável, rejeitando Mónica Gaztambide (a futura Estocolmo) assim que fica sabendo da sua gravidez. Para ter uma amante ele era um homem infeliz no casamento, mas para assumir um novo filho ele era um pai de família. 

Colocou a vida de todos em risco (mais de uma vez)

Arturo La Casa de Papel
Reprodução

Não bastasse ser um traste com Mónica, Arturo colocou a vida de todos em risco diversas vezes, arquitetando planos mirabolantes para escapar que só arriscavam o pescoço dos outros. Ele foi responsável inclusive pela situação que levou Mónica a ser flagrada com um celular, fazendo com que Berlim ordenasse a execução da secretária (que foi salva por Denver).

Virou coach motivacional

Arturo La Casa de Papel
Reprodução

A Parte 3 de La Casa de Papel abre com o espetáculo de Arturo, autoproclamado herói do assalto à Casa da Moeda e vítima dos “terroristas” que levaram a mulher do seu filho.

Invadiu o segundo assalto para ganhar fama de herói

via GIPHY

Chamado como consultor durante o segundo assalto, Arturo entra em conflito com as autoridades (que não estão usando suas estratégias heróicas) e aproveita para invadir o Banco Central durante a transferência de Rio, tudo para que ele saia como o grande herói da situação.

Tentou estuprar Estocolmo

via GIPHY

Uma vez no Banco Central, Arturo foi incorporado aos reféns e Estocolmo ficou encarregada de revistá-lo. Depois de uma breve discussão sobre o filho deles, Arturo mostra que ficou excitado com a revista e tenta agarrá-la.

Quis peitar o Denver e levou (muito) na cara

Não bastasse a tentativa de estupro, ele ainda se gabou sobre o feito quando foi questionado por Denver, que para alegria de muitos encheu a cara de Arturo de porrada.

Drogou e estuprou refém

Não parecia possível, mas Arturo se tornou ainda mais desprezível, drogando e estuprando a refém que tinha cuidado dos seus ferimentos. E quando questionado por ela, alegou ainda que era um "defensor das mulheres". 

E o momento em que todo mundo vibrou: Arturo é capturado por Manila

Depois de colocar, mais uma vez, a vida de todos em risco, ele é rendido por Manila, a assaltante infiltrada entre os reféns, em um momento que fez todo mundo que odeia Arturo vibrar. 

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.