Keanu Reeves em O Dia em que a Terra Parou, 47 Ronins e Os Reis da Rua

Créditos da imagem: Divulgação/20th Century Fox;Divulgação/Bluegrass Films;Divulgação/ Fox Searchlight Pictures

Filmes

Lista

5 filmes ruins que a gente viu só porque tinha o Keanu Reeves

Às vezes o astro de Matrix e John Wick erra… e a gente assiste mesmo assim

Gabriel Avila
26.03.2020
16h48

Keanu Reeves vive um grande momento de sua carreira em Hollywood. Após se reencontrar como astro de ação na trilogia John Wick, o ator emprestou sua voz para um personagem de Toy Story 4, foi contratado para uma ponta no game Cyberpunk 2077 e ainda retornará como Neo em Matrix 4. Porém, nem só de grandes filmes vive a carreira de Reeves. Abaixo reunimos 5 produções que não são salvas nem mesmo pelo grande carisma do ator, mas que assistimos mesmo assim por causa dele:

Cópias - De Volta à Vida

Keanu Reeves em Cópias - De Volta à Vida
Divulgação/Company Films

Em Cópias - De Volta à Vida, Reeves vive William Foster, um neurocientista que trabalha em um projeto para trazer pessoas de volta à vida através de uma transmissão de suas consciências para robôs. Mesmo com prazo apertado para fazer o programa funcionar, Foster decide tirar um fim de semana de folga com sua família, mas se envolve em um acidente fatal em que é o único sobrevivente. Desesperado para ter seus entes queridos de volta, ele decide aplicar seu trabalho em sua esposa e filhos, desafiando sua empresa e o governo.

Recheado de clichês, Cópias - De Volta à Vida constantemente desafia o espectador a acreditar em eventos absurdos. Com uma computação gráfica risível e um texto baseado em reviravoltas cada vez mais mirabolantes, a produção desperdiça não só Reeves, mas também Thomas Middleditch (Silicon Valley), cujo personagem tenta desesperadamente colocar algum juízo nas pessoas - e falha miseravelmente.

Onde assistir? Disponível na Netflix e para comprar/alugar no iTunes, Google Play, Microsoft Store e Looke

O Dia em que a Terra Parou

Keanu Reeves em O Dia em que a Terra Parou
Divulgação/20th Century

Em 2008 chegou aos cinemas O Dia em que a Terra Parou, remake do clássico de 1951 que coloca Keanu Reeves no papel de Klaatu, um alienígena enviado ao nosso planeta para obrigar os seres humanos a parar com a destruição do meio ambiente ou, então, liquidaria toda a nossa raça em nome da sobrevivência da Terra.

Fazendo atualizações relevantes, como substituir a violência pela destruição do meio ambiente como causa da visita de Klaatu, o filme de Scott Derrickson (Doutor Estranho) sofre com um roteiro confuso e um elenco pouco inspirado. O longa ainda investe pesado na parte visual, que envelheceu mal por causa dos efeitos especiais que se tornaram datados para os padrões atuais.

Onde assistir? Disponível em streaming no Claro Vídeo e para comprar/alugar no iTunes, Google Play, Microsoft Store e Looke

47 Ronins

Keanu Reeves em 47 Ronins
Divulgação/Bluegrass Films

47 Ronins foi uma nova adaptação cinematográfica da clássica lenda japonesa de mesmo nome. Embora a versão protagonizada por Keanu Reeves tente homenageá-la, ela toma inúmeras liberdades que alteram drasticamente o texto original. Com um foco mais fantástico, o longa de Carl Erik Rinsch entrega uma experiência previsível que peca também pela falta de sequências de ação. Chega a ser curioso que elas sejam tão escassas, porque os combates são justamente os momentos do filme nos quais ele alcança algum triunfo.

Lançado apenas um ano antes do primeiro John Wick, 47 Ronins demonstrou o potencial de Keanu Reeves em retomar sua carreira no gênero de ação, mas o desperdiçou ao dar mais foco em um romance pouco inspirado que não acrescenta quase nada à trama.

Onde assistir? Disponível para comprar/alugar no iTunes, Google Play e Looke

Os Reis da Rua

Keanu Reeves e Chris Evans em Os Reis da Rua
Divulgação/Fox Searchlight Pictures

Mesmo em um filme repleto de ação, gênero que o consagrou, Keanu Reeves pode escorregar. É o caso de Os Reis da Rua, filme policial que coloca o astro no papel de Tom Ludlow, agente do departamento de narcóticos que embarca em uma jornada em busca de respostas após o misterioso assassinato de um colega.

Apesar de competente, a direção de David Ayer (Esquadrão Suicida) não é capaz de salvar um roteiro completamente perdido. Ainda que tente desenvolver reflexões e críticas sociais, o texto é completamente raso, pouco sutil e cria situações que exalam testosterona a ponto de ficar apenas ridículo. Desperdiçando um elenco estrelar que inclui ainda  Chris EvansTerry Crews, Hugh Laurie e Forest Whitaker, o longa mira no estereótipo do “herói falho” e erra feio, criando heróis e vilões tão detestáveis quanto genéricos.

Onde assistir? Disponível em streaming no Amazon Prime Video e Telecine Play e para comprar/alugar no iTunes

Versões de um Crime

Keanu Reeves e Renée Zellweger em Versões de um Crime
Divulgação/Atlas Entertainment

Versões de um Crime reuniu Keanu Reeves a grandes nomes como Renée Zellweger e Jim Belushi em um drama de tribunal. O que prometia ser um enredo intrigante e emocionante não atinge nenhum de seus objetivos em uma história pouco inspirada. No longa, Reeves vive Richard Ramsay, advogado que tem a tarefa de defender Mike Lassiter (Gabriel Basso) da acusação de matar seu pai. Considerando que havia impressões digitais na arma do crime, o desafio fica ainda maior quando o garoto se recusa a falar com seu próprio defensor.

Usando flashbacks como muleta, a trama avança de forma truncada e completamente previsível - ainda que tente criar reviravoltas inesperadas. Com diálogos forçados e carregados de lição de moral, o longa desperdiça o talento de seu elenco, que se esforça para dar peso a personagens vazios.

Onde assistir? Disponível em streaming na Netflix e para comprar/alugar no iTunes, Google Play, Looke e Microsoft Store