John Lennon | Oito vezes que o Beatle brilhou

Créditos da imagem: AFP

Música

Lista

John Lennon | Oito vezes que o Beatle brilhou

Relembramos curiosidades da carreira do músico

Julia Sabbaga
09.10.2019
10h46

No dia 9 de outubro de 1940 nascia, em Liverpool, um garoto que marcaria a história da música para sempre. Conhecido pelo mundo todo, o beatle John Lennon levou uma vida recheada de composições históricas, polêmicas e honras. Em seu aniversário, aproveitamos a data para reunir oito fatos de sua vida que ajudaram a tornar o músico a lenda que é até hoje. Veja:

Gripado em "Twist And Shout"

Em um dos maiores hits dos Beatles, "Twist And Shout", John Lennon traz um vocal muito característico. A explicação é que no dia da gravação, Lennon estava com uma gripe forte e tinha pouco tempo para gravar o vocal. A sua tradicional voz rasgada, combinada com leite e xarope, resultou em uma performance vocal que foi eleita pela Rolling Stone como uma das melhores de todos os tempos. 

"Chacoalhem suas joias"

JIJI PRESS / AFP

Uma das histórias mais conhecidas sobre a personalidade irreverente de Lennon veio durante a apresentação do quarteto para a realeza no Royal Variety Performance, em 1963, pouco antes de estourarem internacionalmente mas já tendo explodido no Reino Unido. Acostumados à barulheira da juventude em seus shows, a apresentação no Prince Of Whales Theatre foi bem mais contida. Então, ao final, Lennon aproveitou para pedir interação do público e cutucar a nobreza, com a lendária frase: “Vocês nos assentos baratos, batam palmas. O resto de vocês pode só chacoalhar suas joias.” 

Escreveu "Fame" com David Bowie

Um dos maiores hits lançados por David Bowie foi resultado de uma jam com John Lennon. Seu single "Fame", escrito em uma parceria dos dois com Carlos Alomar, foi a primeira música de Bowie a encabeçar a Billboard Hot 100 nos Estados Unidos, além de ser seu primeiro #1 nas paradas canadenses. "Fame" é uma das quatro músicas do David Bowie a marcar a lista de 500 músicas que moldaram o rock n' roll da Rolling Stone

Ficou a semana na cama

ANP / AFP

Outra história bem conhecida é o Bed-In, o protesto feito na lua de mel de John e Yoko, com o propósito de promover a paz mundial. Depois de se casarem em 20 de março de 69, o casal ficou durante uma semana na cama de um hotel em Amsterdã, convidando a imprensa para ficar no quarto das 9 da manhã às 9 da noite. Durante todo o tempo, eles aproveitavam a atenção dos jornalistas para conversar sobre paz. 

Criador do Bagism

AFP

Logo depois da semana na cama, John e Yoko fizeram uma coletiva imprensa bem esquisita, em que criaram o termo Bagism. Passando o evento inteiro dentro de um saco, o casal buscava criticar estereótipos e preconceitos, dizendo que dentro de um saco, não se julgam as aparências de quem fala. Outro detalhe: o casal comeu bolo de chocolate dentro do saco o tempo inteiro.

Ele viu um OVNI

AFP

História não tão conhecida de John Lennon: ele chegou a ligar para a polícia em 23 de agosto de 1974 alegando ter visto um OVNI. Ele contou a história em entrevista à revista Andy Warhol Magazine: “Eu fui pra janela, sonhando com a minha mente poética, e lá, quando eu virei a cabeça, vi o objeto voando próximo ao prédio do lado, não mais de 30 metros de mim, com luzes elétricas piscando na base e uma luz vermelha em cima”. A polícia informou ter recebido diversas ligações com o relato no mesmo dia. 

A devolução da medalha

JIJI PRESS / AFP

Em 1969, John Lennon devolveu a medalha da Ordem do Imperio Britânico, que havia recebido em 65 com seus colegas dos Beatles. Chamando uma coletiva de imprensa em 1969, Lennon anunciou a devolução como um protesto contra o envolvimento britânico na Guerra do Vietnã e do Biafra.

Honrarias póstumas

John Lennon recebeu diversas honras depois de sua morte. Além de ter entrado ao Rock and Roll Hall Of Fame com os Beatles em 1988, Lennon foi o primeiro do quarteto a ser introduzido como artista solo, em 1994. Ele também é membro do Songwriters Hall of Fame, por seu talento em composições.