Edward Norton

Créditos da imagem: O Incrível Hulk/Marvel Studios/Divulgação

Filmes

Notícia

O Incrível Hulk | Marvel desistiu de fazer dois filmes, diz Edward Norton

Ator que interpretou o herói queria filmes mais sombrios como os do Batman

Itaici Brunetti
07.10.2019
17h07
Atualizada em
07.10.2019
17h29
Atualizada em 07.10.2019 às 17h29

Edward Norton revelou que a Marvel não quis fazer dois filmes sombrios do Hulk no estilo de Batman: O Cavaleiro das Trevas. Em entrevista ao New York Times, o ator disse: "Eu amo a HQ do Hulk. Eu acreditava que era algo muito mítico. O que Chris Nolan estava fazendo com o Batman era um caminho em que eu estava alinhado: longo, sombrio e sério. Era algo que que pensava para o Hulk".

Ele continuou: "Eu apresentei a eles [Marvel] a ideia de dois filmes: a origem do Hulk e depois mostrar ele como um sonhador consciente, o cara que poderia lidar com a transformação. E eles estavam: 'é isso que queremos'. Mas, não era o que eles procuravam"

Sobre a sua saída do Universo Cinematográfico da Marvel [Mark Ruffalo o substituiu nos filmes de Os Vingadores], o ator relembra: "tivemos discussões positivas sobre a continuação dos filmes e analisamos a quantidade de tempo que levariam, e eu não estava disposto. Sinceramente, eu queria mais dinheiro do que eles gostariam de me pagar. Mas não é por isso que eu faria outro filme do Hulk de qualquer jeito".

"Kevin [Feige] tinha uma ideia do que poderia fazer, e foi adimirável. Porém, não estava em um nível temático para eu querer gastar o meu tempo fazendo”, explicou o ator, antes de finalizar dizendo que gostou de atuar em O Incrível Hulk, de 2008: "eu me diverti muito fazendo isso. Me dei muito bem com Feige"

O Incrível Hulk é considerado um dos poucos fracassos de bilheteria do MCU, arrecadando apenas US$ 263 milhões nas bilheterias do mundo todo.