HQ/Livros

Lista

Hellboy | Quatro HQs que devem servir de base para o reboot no cinema

A história da Rainha de Sangue está sendo levada às telas!

Marcelo Hessel
11.07.2018
18h16

Inspirado no arco que apresenta a Rainha de Sangue, o novo filme do Hellboy inova na série com uma grande vilã. Criada em 2009, a personagem é uma das maiores antagonistas da HQ e traz consigo um potencial gigante de desgraça.

O Clamor das Trevas

A existência de Nimue, a Rainha de Sangue, primeiro foi mencionada nas HQs no arco "O Clamor das Trevas", quando as bruxas da Inglaterra procuram por uma nova representante para liderá-las, depois que Hellboy derrota a deusa Hecate. Ao final desse arco, Hecate, sem poderes, conta uma previsão do futuro em que Hellboy morreria em uma vindoura guerra contra uma rainha das bruxas ressuscitada. Se a ideia do filme é narrar a ascensão de Nimue, então elementos de "O Clamor das Trevas" podem aparecer nas telas.

Caçada Selvagem

Continuação de "O Clamor das Trevas", "Caçada Selvagem" saiu entre 2008 e 2009 e conta o renascimento de Nimue. A origem da personagem se assemelha à da dama do lago nas lendas arturianas tradicionais: ela era o objeto do afeto de Merlin e, depois de aprender tudo com o mago, Nimue o aprisiona, mas enlouquece e é morta pelas demais bruxas da Inglaterra medieval. Renascida nos dias de hoje a partir do sangue de todos os moradores de uma vila - daí o seu título real - ela primeiro se vinga das bruxas e depois começa a organizar um exército próprio enquanto recupera aos poucos seus poderes.

Coroa

"Coroa" tem um momento incrível que não pode faltar no cinema, quando Nimue recebe um embaixador de um reino do Norte, que quer lhe presentear com uma coroa. Ela nega o presente, pede para o embaixador passar num ferreiro e transformar a coroa numa adaga, com ela assassinar o rei, arrancar o coração do rei e queimá-lo numa fornalha, e só então usar essas cinzas para forjar um elmo de ferro para ela usar. Esse elmo tem o formato de três corvos e é o elemento visual central de Nimue, que se autoproclama Deusa da Guerra.

Nos quadrinhos, a Rainha de Sangue é Nimue, a maior de todas as bruxas britânicas, que viveu na era arthuriana e era amante de Merlin. Ela usou essa afeição para aprender os truques do mago e depois aprisioná-lo. Sem Merlin, porém, Nimue enlouqueceu, e sua loucura era tamanha que todas as outras bruxas julgaram melhor matá-la, esquartejá-la e espalhar os pedaços de Nimue pela Terra. 

Fúria

Tanto nos EUA quanto no Brasil, "Tormenta" e "Fúria" são normalmente juntadas numa mesma coletânea, porque na prática são a parte um e dois de uma mesma história. No clímax, descobrimos que Ogdru Jahad, o Dragão do Apocalipse, usou Nimue como um corpo a possuir, e a bruxa é transformada num dragão gigante. No embate contra o dragão, Hellboy tem seu coração arrancado e vai parar no Inferno ao lado de Nimue. À parte a questão da morte profetizada de Hellboy, que não necessariamente será usada no cinema, o filme provavelmente aproveitará pedaços de todos esses quatro arcos listados aqui.

Tormenta

"Tormenta" é o começo do fim da trilogia de arcos iniciada em "O Clamor das Trevas". Na trama, Hellboy viaja para a Inglaterra e descobre que os mortos do país estão ressurgindo de suas covas, um exército que Hellboy reluta a liderar contra a Rainha de Sangue. Seu rival neste arco é uma criatura em armadura de cavaleiro que diz ser o enviado da guerra prometida por Nimue. É neste arco que descobrimos o passado de Nimue na era arturiana, e a ponte com o passado fica completa quando Hellboy precisa empunhar a Excalibur para enfrentar as forças das trevas.

Na galeria abaixo, listamos quatro histórias que têm presença marcante da Rainha de Sangue e também podem servir de base para o filme.