Hellboy | Deixar a franquia foi escolha de Guillermo Del Toro, diz produtor

Créditos da imagem: Divulgação/Millennium Films

Filmes

Notícia

Hellboy | Deixar a franquia foi escolha de Guillermo Del Toro, diz produtor

Diretor estaria em busca de novos projetos

Gabriel Avila
25.03.2019
12h45

A decisão de não concluir a primeira trilogia de Hellboy nos cinemas foi do próprio Guillermo Del Toro (via Collider). O diretor é responsável pelo filme de 2004 e a sequência Hellboy II: O Exército Dourado, ambas estreladas por Ron Perlman. Segundo o produtor Lloyd Levin, Del Toro estaria em busca de novos projetos:

“Há anos, quando o segundo filme estreou em [2008], (...) a ideia de um terceiro teria sido muito muito excitante. Era com Guillermo e ele definitivamente decidiu que havia deixado para trás, estava buscando outras coisas. Então os direitos ficaram disponíveis. Um terceiro sem ele era impensável e sem Ron [Perlman] também, então você tem 20 anos de ótimas histórias e dezenas de personagens. Só parecia que havia muito mais do Mignola-verso de Hellboy para explorar. Então conversamos sobre e encaramos como impossível fazer um terceiro, a única chance era fazer um reboot”.

O capítulo final da trilogia foi oferecido a Neil Marshall, diretor do reboot, que não se sentiu confortável em assumir o fardo de concluir a obra de outra pessoa:

“Estou ligado a esse projeto há mais de dois anos, talvez mais, (...) e inicialmente me sondaram sobre a possibilidade de fazer um Hellboy 3 e minha resposta foi ‘Bom, esse é o terreno de outra pessoa, e eu não quero pisar nessa relva. Mas se vocês quiserem fazer um reboot qualquer hora, adoraria fazer isso.’ Então o tempo passou um pouco e ficou mais aparente que [os produtores] queriam fazer o reboot.”

Quando assumiu o novo longa, Marshall também entrou em contato com Del Toro para se certificar de que não haveria sentimento ruim entre eles:

“(...) Entrei em contato com ele e disse ‘Isso é algo muito muito diferente e eu só queria me certificar de que você está bem com isso.’ E ele respondeu, ‘Estou totalmente tranquilo com isso. Estou totalmente magnânimo sobre isso.’”

O novo longa tem como foco a trama Rise of The Blood Queen. Nos quadrinhos de Hellboy, a Rainha de Sangue é Nimue, a maior de todas as bruxas britânicas, que viveu na era arthuriana e era amante de Merlin. Ela usou essa afeição para aprender os truques do mago e depois aprisioná-lo. Sem Merlin, porém, Nimue enlouqueceu, e sua loucura era tamanha que todas as outras bruxas julgaram melhor matá-la, esquartejá-la e espalhar seus pedaços pela Terra.

David Harbour (Stranger Things) faz o papel principal, Ian McShane (American Gods) é o Professor Bruttenholm e Milla Jovovich é a vilã. O lançamento está marcado para 16 de maio.