The Flight Attendant traz uma nova Cassie em 2ª temporada -- mas será mesmo?

Créditos da imagem: Divulgação

Séries e TV

Artigo

The Flight Attendant traz uma nova Cassie em 2ª temporada -- mas será mesmo?

Kaley Cuoco e elenco da série falam sobre segundo ano em entrevista ao Omelete

Omelete
4 min de leitura
Mariane Morisawa
21.04.2022, às 06H00

Quando vimos Cassie Bowden (Kaley Cuoco) pela última vez, ela estava sã e salva, depois de passar maus bocados na primeira temporada de The Flight Attendant. Na segunda, que estreia nesta quinta-feira (21) na HBO Max, ela é uma nova mulher: mudou-se da fria e cinzenta Nova York para a ensolarada Los Angeles, está disposta a ser uma boa amiga, irmã, comissária de bordo e informante da CIA. Ela deixou de beber. E está até namorando um homem aparentemente perfeito, Marco (Santiago Cabrera, uma das muitas adições ao elenco), como contou Kaley Cuoco em entrevista ao Omelete. “Cassie está sóbria ou pelo menos está nos dizendo que está. Ela está realmente começando um novo capítulo. Mas está mentindo para muitas pessoas, o que descobrimos muito rapidamente

Principalmente, ela está mentindo para si mesma. Na primeira temporada, o “palácio da mente” de Cassie era habitado por Alex (Michiel Huisman), o homem assassinado na mesma cama em que ela dormia, que aparecia para atormentá-la nos momentos mais inoportunos. Desta vez, ele é povoado de várias Cassies: a adolescente, a divertida, a pessimista, a que ela gostaria de ser. Kaley Cuoco explicou:
Decidimos que ela ia conhecer a si mesma e todas as suas diferentes personalidades, inclusive as partes de si que odeia. Não tinha ideia de que ia interpretar todas, foi uma experiência e tanto. Só tive de trabalhar muito comigo mesma, o que eu não recomendaria.

A jornada para a sobriedade, claro, não é fácil, e a série tenta ser responsável ao mostrar isso, como afirmou o showrunner Steve Yockey, que divide as funções com Natalie Chaidez. “Nós temos pessoas que estão em suas caminhadas para a sobriedade na nossa sala de roteiristas. Mas é uma série de humor ácido, então, mesmo quando tratamos de um assunto sério como esse, há uma camada de humor.

A série também foi mais fundo em suas influências de Alfred Hitchcock e filmes de espionagem, mesmo que os personagens sejam 007s incompetentes. Logo em sua primeira viagem, a Berlim, Cassie vê uma mulher idêntica a ela em um apartamento do outro lado da rua. Em seguida, um carro explode.
Como se percebe, a série continua cheia de ação e pulando de locação em locação, mesmo tendo sido gravada em plena pandemia. Alguns episódios foram filmados na Islândia, e foi a melhor das experiências, segundo Cuoco. “Em dado momento, achei que estávamos loucos. Fomos em dezembro, achei que todo o mundo ia congelar. Mas foi mágico. Eu fiquei com medo de que achassem que era falso, de tão lindo que é.

A razão da ida de Cassie à Islândia é Megan (Rosie Perez), a comissária de bordo e mulher de família que virou espiã e agora está se escondendo lá dos norte-coreanos que estão no seu pé. Megan, que tanto temia ser invisível, agora precisa ser, como contou Rosie Perez. “Agora ela precisa ficar invisível, não pode chamar a atenção. Ou seja, cuidado com o que você deseja! Mas é bem legal porque isso faz com que ela pense em quem é e no que realmente quer da vida.

Em Reykjavik, Megan teve ajuda de Charlie (Margaret Cho). Cho é uma das muitas novas caras da temporada, que inclui ainda Sharon Stone como a mãe de Cassie, JJ Soria e Callie Hernandez como dois capangas que estão atrás de Cassie, e Shohreh Aghdashloo como a madrinha de Cassie no Alcoólicos Anônimos.

Continuam lá Annie (Zosia Mamet) e seu namorado Alex (Deniz Akdeniz), o hacker que quase morreu ajudando Cassie na primeira temporada. Os dois vão a Los Angeles para conhecer os pais dele, o que deixa Annie nervosa, e acabam envolvidos mais uma vez na vida vertiginosa de Cassie. Não tem outro jeito, segundo Mamet. “As duas são aquelas amigas de infância que ficaram muito diferentes, mas sempre vão estar na vida uma da outra. São como irmãs. Annie ajudaria Cassie a enterrar um corpo se fosse preciso.

Esperamos que não seja, pelo bem da pobre Annie, que perdeu o emprego por causa da amiga. A primeira temporada de The Flight Attendant e os dois primeiros episódios da segunda estão disponíveis na HBO Max.

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.