Fernando Meirelles na CCXP22 e Park Chan-wook em première de O Simpatizante (Divulgação/AFP)

Créditos da imagem: Fernando Meirelles na CCXP22 e Park Chan-wook em première de O Simpatizante (Divulgação/AFP)

Séries e TV

Entrevista

“Fernando Meirelles foi essencial para O Simpatizante”, diz Park Chan-wook

Mestre sul-coreano contou ao Omelete de sua admiração por Cidade de Deus e Dois Papas

Omelete
2 min de leitura
05.05.2024, às 06H00.

Para Park Chan-wook, ter Fernando Meirelles dirigindo um dos episódios de sua série O Simpatizante foi quase uma questão de destino. Quando o Omelete perguntou sobre a colaboração com o cineasta brasileiro, o homem responsável por clássicos modernos como Oldboy A Criada abriu um sorriso e disse que era muito bom conversar com alguém do país de Fernando”. A seguir, declarou sem hesitar a sua admiração pelo trabalho do brasileiro.

Desnecessário dizer que Cidade de Deus foi imensamente influente em meu país, especialmente dentro da comunidade de jovens diretores da qual eu fazia parte”, começou Park. “Também amo Dois Papas. E, como um grande fã de John Le Carré - tanto que agarrei a chance de produzir uma adaptação de um de seus livros [a minissérie The Little Drummer Girl, de 2018] - tenho muito respeito pelo que Fernando fez com O Jardineiro Fiel”.

Por tudo isso que, quando chegou a hora de escolher um diretor para o quarto episódio de O Simpatizante, Meirelles foi o primeiro nome que veio à mente do sul-coreano: Por sorte, um de nossos produtores, e também o meu co-showrrunner Don [McKellar], já tinham trabalhado com Fernando antes [no filme Ensaio Sobre a Cegueira, de 2008], e ainda por cima ele estava em Los Angeles para a produção de sua outra série [Sugar, do Apple TV+]. Falando assim, parece que estava escrito nas estrelas”.

Intitulado “Give Us Some Good Lines”, o quarto capítulo parecia fundamental para Park desde a concepção da série. “Se você olhar para o episódio, perceberá que ele tem uma narrativa bem independente dos outros, então nós tínhamos a liberdade - e, não só isso, o dever - de encontrar alguém com um estilo bem diferente do meu, que pudesse sublinhar essa separação”, apontou ele. “Além disso, ele está bem no centro da nossa temporada, o que significa que precisávamos de alguém com uma energia realmente inovadora e excepcional, para manter o interesse do público”.

Meirelles era essa pessoa, apontou categoricamente o mestre sul-coreano. Ele não era só bem-vindo na nossa equipe - era absolutamente necessário para que a série funcionasse. Fiquei muito feliz quando ele veio até o set e fez aquele episódio conosco, porque senti que uma peça fundamental do nosso quebra-cabeça estava se encaixando”, completou.

O quarto episódio de O Simpatizante vai ao ar hoje (5), às 22h, pela HBO e pela Max. O restante dos capítulos da temporada serão lançados semanalmente, sempre aos domingos.

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.