Capa de Harry Potter e a Pedra Filosofal, de J.K. Rowling

Créditos da imagem: Harry Potter e a Pedra Filosofal/Reprodução

HQ/Livros

Notícia

Saga Harry Potter é banida de escola católica nos EUA por ter "maldições reais"

Reverendo de escola no Tennessee afirmou que livros representam perigo para os alunos

Arthur Eloi
03.09.2019
18h10
Atualizada em
04.09.2019
11h34
Atualizada em 04.09.2019 às 11h34

Uma escola católica no Tennessee, nos Estados Unidos, se envolveu em uma polêmica ao banir a saga de livros Harry Potter da sua biblioteca após um dos pastores alegar que as magias escritas na obra de J.K. Rowling são reais e podem “invocar espíritos malignos” durante sua leitura [via The Tennessean].

A decisão foi do reverendo Dan Reehill, que explicou em email aos pais dos alunos que obteve consultoria com exorcistas dos Estados Unidos e também do Vaticano. “Esses livros apresentam magia como boa e também ruim, o que não é verdade, mas sim uma enganação. As maldições e feitiços usados nos livros são reais, e lê-los traz o risco de invocar espíritos malignos na presença do leitor.

Originalmente publicada entre 1997 e 2007 no Reino Unido, a franquia Harry Potter sempre foi polêmica entre grupos religiosos: a história de Potter e seus amigos já foi diversas vezes acusada de promover bruxaria entre crianças e adolescentes, o que resultou em várias proibições ao longo dos anos - o que não impediu a franquia de atingir o sucesso mundial.

Rebecca Hammel, a superintendente da Diocese Católica de Nashville, reforçou a decisão de Reehill, explicando que o reverendo tem a autoridade na questão caso a Igreja Católica não se pronuncie oficialmente, e defende que não é censura: “Queremos garantir que o que colocamos nas livrarias da escola é adequado para a idade dos estudantes. O objetivo é promover literatura engajante e qualidade”, falou.

A franquia Harry Potter conta sete livros, adaptados para oito filmes pela Warner Bros. entre 2001 e 2011. A autora J.K. Rowling agora comanda a série-derivada Animais Fantásticos e Onde Habitam, que já teve dois filmes lançados e tem outros três em desenvolvimento.