Eddie Redmayne em Animais Fantásticos

Créditos da imagem: Warner Bros/Divulgação

Filmes

Notícia

Eddie Redmayne, de Animais Fantásticos, se pronuncia contra fala de J.K. Rowling

Autora de Harry Potter causou controvérsia ao falar sobre a população trans

Julia Sabbaga
10.06.2020
12h24
Atualizada em
10.06.2020
13h03
Atualizada em 10.06.2020 às 13h03

Depois do ator Daniel Radcliffe se pronunciar contra os comentários polêmicos de J.K. Rowling no Twitter, foi a vez de Eddie Redmayne, estrela da franquia Animais Fantásticos, se posicionar ao lado da população trans. O ator, que interpretou uma mulher trans em A Garota Dinamarquesa, fez sua declação através da Variety:

"Respeito pelas pessoas trans continua imperativo na nossa cultura, e através dos anos eu constantemente busquei me educar na questão. É um processo contínuo", explicou o ator.

"Como alguém que trabalhou tanto com J.K. Rowling quanto com membros da comunidade trans, eu queria deixar absolutamente clara minha posição. Eu discordo dos comentários de Jo. Mulheres trans são mulheres, homens trans são homens e identidades não-binárias são válidas. Eu nunca quereria falar por uma comunidade, mas eu sei que meus amigos e colegas trans estão cansados deste questionamento constante sobre suas identidades, que muito frequentemente levam à violência e abuso. Eles simplesmente querem viver sua vida em paz, e é hora deles poderem fazer isso", concluiu.

No último sábado (6), J.K. Rowling causou controvérsia no Twitter ao falar sobre a população trans, polêmica com a qual já havia se envolvido um ano antes. Ela escreveu:

"Se sexo não é real, não existe atração entre pessoas do mesmo sexo. Se sexo não é real, a realidade vivida por mulheres ao redor do mundo é apagada. Conheço e amo pessoas trans, mas apagar o conceito de sexo remove a habilidade de muitos discutirem suas vidas de forma significativa. Não é ódio dizer a verdade".

"Respeito o direito de todas as pessoas trans de viverem da maneira que lhes pareça autêntica e mais confortável. Protestaria com vocês se vocês fossem discriminados por serem trans. Ao mesmo tempo, minha vida foi moldada pelo fato de eu ser mulher. Não acredito que seja odioso dizer isso".

Os comentários decepcionaram muitos fãs, que disseram não ver mais a franquia Harry Potter com os mesmos olhos.

Os sete livros da franquia Harry Potter foram adaptados para oito filmes pela Warner Bros. entre 2001 e 2011. A autora J.K. Rowling trabalha agora na franquia derivada Animais Fantásticos, que já teve dois filmes lançados e tem outros três em desenvolvimento. O terceiro longa será situado no Rio de Janeiro na década de 1930.