Grey's Anatomy

Créditos da imagem: ABC/Divulgação

Séries e TV

Lista

Grey's Anatomy: 10 personagens (vivos ou mortos) que adoraríamos rever

Quais são e como retornariam ao menos 10 dos mais icônicos personagens da série

Henrique Haddefinir
19.08.2021
16h00
Atualizada em
20.08.2021
09h02
Atualizada em 20.08.2021 às 09h02

A décima sétima temporada de Grey's Anatomy pode ser quase considerada uma temporada especial, não só porque desviou algumas das suas storylines por conta do Covid-19, mas também porque para manter Ellen Pompeo o máximo possível afastada das filmagens, um coma foi dado à Meredith e através dele, vários personagens já mortos na série puderam fazer novas aparições. Foi a forma que a showrunner Krista Vernoff encontrou de manter o interesse do público depois da sucessão de frustrações com a temporada 16.

Funcionou perfeitamente e Grey's Anatomy encerrou seu ano como a maior audiência da ABC, o que, em se tratando de uma série com 17 anos, é respeitável. Não só a fórmula criada por Shonda Rhymes deve receber os créditos, como também o tempo em si, já que muito do que sustenta a produção é seu senso de nostalgia. Basta ver como os retornos do ano passado conseguiram colocar a série no radar das redes sociais com força total. O futuro de Grey's depende, quase 100%, das nossas expectativas sobre as pitadas de passado.

Pensando nisso, resolvemos entrar na brincadeira e selecionar 10 personagens, vivos ou mortos, que ainda não voltaram. Mais do que isso, resolvemos imaginar como eles voltariam caso o sinal verde fosse dado por todos os envolvidos. Confira:

Addison (Kate Walsh)

Kate Walsh em Grey's Anatomy
ABC/Divulgação

Addison, a primeira mulher de Derek (Patrick Dempsey), entrou para o elenco regular de Grey's na segunda temporada e fez tanto sucesso que conseguiu seu próprio spin-off. Sendo assim, seu retorno para a série-mãe dependeria de amarrar as pontas também de Private Practice. Na última vez que Addison apareceu em Grey's ela fazia parte apenas de um sonho de Meredith com uma realidade alternativa. Como a personagem terminou seu spin-off casada, feliz e com um filho adotivo, seu retorno poderia estar relacionado a isso. Quem sabe um episódio em que, por exemplo, Judi, a mãe biológica de Henry Montgomery, surgisse como paciente do Grey/Sloan, grávida novamente, levando Meredith a procurar Addison para contar sobre o ocorrido, fazendo com que Addison aparecesse no hospital para descobrir como Judi estaria lidando com essa nova gravidez.

Callie (Sara Ramirez)

Sara Ramirez em Grey's Anatomy
ABC/Divulgação

Callie talvez tenha sido uma das perdas mais sentidas da série. A personagem era uma espécie de trunfo dos roteiros e funcionava em quase tudo a que se propunha. Considerando que Arizona (Jessica Capshaw) também mudou para Nova York, é provável que se Krista fosse trazer uma de volta, a outra viesse de carona. Não há garantias de que ambas estivessem disponíveis, mas seria bacana ver uma storyline em que Callie e Arizona trouxessem Sofia, agora bem crescida, para o memorial que relembraria os 10 anos do desastre de avião que tirou a vida de Mark (Eric Dane), pai da menina (o acidente aconteceu na temporada que foi ao ar em 2012, e em 2022 fará 10 anos). Seria, também, uma boa oportunidade para trazer outros personagens, como a outra filha de Mark, Sloan, que acabou se tornando uma das pontas soltas da série quando foi embora de Seatle.

DeLuca (Giacomo Gianniotti)

Giacomo Gianniotti em Grey's Anatomy
ABC/Divulgação

Sabemos que DeLuca mal disse adeus à série, mas sua morte foi tão desnecessária que preferimos acreditar num cenário em que Krista Vernoff seria obrigada a pagar por ela trazendo DeLuca de volta em toda e qualquer oportunidade possível. Adoraríamos ver um episódio, por exemplo, em que uma vidente daria entrada no hospital como paciente e após ser atendida por Meredith contaria a ela que DeLuca ainda está por perto e que precisa dela para intervir em nome da irmã dele, que enfrentaria problemas. DeLuca apareceria como espírito, fazendo, inclusive, algumas observações sobre como alguns outros pacientes e médicos conhecidos do público ainda rondam os corredores do Grey/Sloan. Mas, vejam bem... antes de achar que tudo isso é uma grande viagem, lembre-se do episódio musical.

Henry (Scott Foley)

Scott Foley em Grey's Anatomy
ABC/Divulgação

Outro personagem morto que poderia reaparecer na série é Henry Burton, o marido de Teddy (Kim Raver) por pouquíssimo tempo, que acabou morrendo numa cirurgia quando eles estavam apenas começando a se apaixonar. Já faz muito tempo que Grey's Anatomy tenta fazer a relação entre Teddy e Owen (Kevin McKidd) acontecer, mas o casal é complicado demais e já parece ter passado do ponto de retorno. A dica seria produzir mais um episódio de realidade alternativa, que mostraria à Teddy que a relação com Henry teria sido muito mais tranquila, mas que Owen ainda assim permaneceria em sua vida. Ao final do episódio descobriríamos que, na verdade, no melhor estilo Grey's Anatomy, Teddy e Owen estariam em coma depois de um acidente, de onde apenas ela sairia viva.

Nicole (Geena Davis)

Geena Davis em Grey's Anatomy
ABC/Divulgação

Quem não gostaria de mais um pouco de Geena Davis? A médica especialista em cirurgia fetal que teve um longo arco de câncer, ficou cega e teve uma grande amizade com Arizona, poderia facilmente retornar, tanto trazendo Arizona de volta junto com ela, como também sozinha. Para fugir um pouco dos grandes eventos, talvez fosse interessante que Nicole voltasse para um seminário que revelaria novas técnicas de ensino cirúrgico, que ela desenvolveu após perder a visão. A ideia seria sacudir um pouco o programa de residência do hospital. Personalidade para isso a Dr. Nicole tem. E muito.

Dylan (Kyle Chandler)

Kyle Chandler em Grey's Anatomy
ABC/Divulgação

Os fãs mais ardorosos de Grey's Anatomy têm alguns momentos gravados na memória. A morte do especialista em bombas Dylan Young é, sem dúvida, uma delas. O personagem é o principal interlocutor de Meredith no extremamente tenso episódio em que ela precisa ficar segurando por horas, uma bomba dentro de um paciente em cirurgia. O personagem ficou ainda mais marcado por ser Kyle Chandler a interpretá-lo. Kyle até aquele momento era o astro da delicada série Early Edition, mas, hoje em dia, seu nome está estampado em vários dos grandes sucessos de público e crítica no cinema. Kyle também foi indicado ao Emmy por essa participação. Seria bastante interessante, por exemplo, se Meredith desse de cara com um paciente que é extremamente parecido com Dylan e descobrisse, depois, que se tratava do irmão dele. O encontro traria lembranças de volta e faria Meredith refletir sobre seu amadurecimento pessoal e sobre como para ela é estranho pensar naquela mulher do passado, que não tinha nenhuma vontade de viver.

Izzie (Katherine Heigl)

Katherine Heigl em Grey's Anatomy
ABC/Divulgação

Em diversos momentos da história de Grey's Anatomy, a volta de Izzie foi uma possibilidade controversa. Enquanto boa parte dos fãs se ressente das circunstâncias que levaram à saída dela, outra sente que já é o momento de revisitar essa trama. A volta de Izzie, contudo, não poderia ser desligada da figura de Karev (Justin Chambers), já que ele saiu da série devido a um reencontro com ela. É fato que a justificativa para a saída de Karev foi totalmente absurda e trazer Izzie de volta seria uma maneira de consertar isso. Imaginem se depois de todo aquele número romântico despropositado de Karev, Izzie retornasse para o Grey/Sloan para visitar Jo (Camilla Luddington) e pedisse que ela aceitasse Alex de volta, já que toda aquela história de “um amor e uma fazenda” teria sido toda uma grande ilusão? Com a evidente recusa de Jo, não seria interessante, então, que Izzie fizesse o movimento oposto ao de Karev e decidisse ficar no hospital?

Alex (Justin Chambers)

Justin Chambers em Grey's Anatomy
ABC/Divulgação

Com a volta de Izzie seria inevitável, enfim, não trazer Alex para dar aos dois um destino mais substancial. Apostaríamos que Izzie voltaria ao hospital para pedir que Jo voltasse para Alex, mas que também estaria planejando conseguir um novo emprego por lá. Alex, é claro, viria atrás dela. Os dois teriam o confronto derradeiro que explicitaria que a relação que tentaram ressuscitar estaria falida. Bailey (Chandra Wilson) daria uma nova chance para Izzie, mas Alex preferiria seguir seu caminho definitivamente. Por mais rocambolesco que isso pareça, ainda seria melhor que conviver com o destino que deram aos personagens quando eles precisaram sair, cada um em sua respectiva temporada.

Burke (Isaiah Washington)

Isaiah Washington em Grey's Anatomy
ABC/Divulgação

Embora parecesse impossível na época em que aconteceu, a volta de Preston Burke veio em termos coerentes na temporada 10, quando Cristina Yang (Sandra Oh) partiu da série. A iniciativa foi positiva para que Cristina não saísse sem deixar pontas soltas. Contudo, fomos privados de presenciar a dinâmica entre ela e Burke depois de tantos anos separados e com tanta bagagem emocional envolvida. Sendo assim, seria interessante ver Burke retornando a pedido de Richard (James Pickens Jr.) para uma complicada cirurgia envolvendo algum outro personagem do elenco principal. Burke, então, aproveitaria sua presença em Seatle para falar com Meredith sobre a difícil convivência com Cristina.

Cristina (Sandra Oh)

Sandra Oh em Grey's Anatomy
ABC/Divulgação

De todos os personagens dessa lista, Cristina seria o mais difícil de ver de volta à série, seja lá em que fantasia for. Sandra Oh é enfática em dizer que não quer isso. Diante dessa evidência, nossa esperança reside no Series Finale, que poderia convencer a atriz a aparecer mesmo que rapidamente, só para ter uma boa sequência com a amiga Meredith. Pensar em um final sem um reencontro entre as duas parece uma heresia. Seria sensacional, por exemplo, que o episódio final da série se passasse alguns anos à frente e víssemos Meredith passar o tempo todo se apressando para encontrar com alguém no aeroporto. O texto daria pistas de que o encontro seria com seu novo marido, que poderia ser até mesmo Hayes (Richard Flood), o “presente” de Zurique. Até que nos momentos finais, perceberíamos que Meredith corria mesmo para buscar Cristina. Seria emblemático que a série terminasse com as duas amigas como centro das atenções, sem a obrigação cafona de estabelecer ligações românticas como foco narrativo. Elas eram “a pessoa uma da outra” e a série terminaria lindamente se pudéssemos ouvir isso só mais uma vez.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.