Hodor hold the door

Créditos da imagem: Game of Thrones/HBO/Reprodução

HQ/Livros

Notícia

George R. R. Martin explica como revelação de Hodor será diferente no livro

Atenção: spoilers de Os Ventos de Inverno

Mariana Canhisares
07.10.2020
11h58
Atualizada em
07.10.2020
15h37
Atualizada em 07.10.2020 às 15h37

[Atenção: a nota contém spoilers de Os Ventos de Inverno]

Um dos momentos mais marcantes da sexta temporada de Game of Thrones certamente foi a revelação de que o Hodor tem esse nome porque, durante uma perseguição com white walkers, Bran pediu que o gigante segurasse a porta ("hold the door", em inglês) para que ele e Meera não fossem pegos.

Embora goste da execução, o autor George R. R. Martin afirmou que esta cena será um pouco diferente no novo livro da saga, Os Ventos de Inverno. Em entrevista para James Hibberd, o autor de Fire Cannot Kill a Dragon (via EW), ele disse que as coisas serão menos literais.

"Eles foram muito físicos - 'segurar a porta' com a força do Hodor. No livro, Hodor roubou uma das espadas antigas da cripta. Bran tem entrado na mente de Hodor e praticado com seu corpo, porque Bran foi treinado a usar armas. Então, dizer para o Hodor 'segurar a porta' é mais como 'deixe a passagem aberta' - defenda-a quando os inimigos vierem. Um pouco diferente, mas a mesma ideia".

Para os showrunners da série, a versão mais física do "hold the door" funcionaria melhor na TV. "Para o nosso propósito, segurar a porta é visualmente melhor, especialmente com toda a luta", apontou o co-produtor Dave Hill.

A saga As Crônicas de Gelo e Fogo, iniciada em 1996, conta com cinco livros e dois derivados, o mais recente deles sendo Fogo e Sangue, que narra a história da Casa Targaryen. Além disso, a obra foi adaptada pela HBO para a série Game of Thrones.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.