Foto de Game of Thrones

Créditos da imagem: Game of Thrones/HBO/Divulgação

Séries e TV

Lista

Game of Thrones | Saiba detalhes do episódio-piloto nunca lançado

Capítulo teve várias mudanças e precisou de refilmagens

Camila Sousa
11.02.2019
13h47

O HuffPost divulgou detalhes sobre o episódio-piloto nunca lançado de Game of Thrones. Informações anteriores diziam que o capítulo teve vários problemas e foi refilmado quase totalmente antes de se tornar a versão lançada na HBO.

O site teve acesso ao roteiro do piloto, encontrado entre vários outros arquivos da franquia em uma biblioteca do Texas. Confira como ele seria:

Pena

No episódio piloto oficial, Robert pede a Ned para visitar as Criptas de Winterfell e coloca uma pena na mão da estátua de Lyanna, como uma homenagem para sua amada. Naquele momento, apenas os dois sabem da existência da pena. Já no piloto que não foi ao ar, Cersei descobre o objeto na estátua e pede para que uma de suas damas o queime.

O site especula se, olhando agora, tal objeto tem um significado maior, já que o teaser da última temporada mostra a mesma pena na estátua de Lyanna.

Drogo e Dany

O segundo detalhe do roteiro é que a primeira cena de sexo entre Drogo e Daenerys, logo após o casamento dos dois, é consensual e não envolve violência.

O site diz que Dany ajuda Drogo a retirar os anéis dos cabelos e quando ele questiona “Não?”, ela diz “Sim”. Já na cena que foi ao ar na HBO, a personagem é estuprada pelo marido.

Cersei e Jaime

Outro momento interessante é a primeira cena de sexo entre Cersei e Jaime. O HuffPost diz que uma das criticas ao piloto que não foi ao ar é que o parentesco entre os personagens não fica muito claro e isso deixou os fãs confusos. Mas a grande mudança é que no texto original Cersei diz “não” repetidas vezes enquanto Jaime força a relação. O texto diz que a voz da personagem é baixa e ela não o afasta, mas permanece repetindo as negativas.

Já no capítulo oficial, Cersei só fala algo quando percebe que Bran está olhando os dois pela janela (algo que acontece nas duas versões). Um dos motivos da mudança, segundo o site, foi deixar a cena mais simples e sem tantas camadas, para não confundir o público logo no começo da trama.

Caminhantes Brancos

O episódio perdido mostra um momento inédito na série até então: uma conversa entre os Caminhantes Brancos na linguagem deles. No texto, um membro da Patrulha da Noite se esconde do ataque, ainda no prólogo, e ouve enquanto eles conversam em seu próprio dialeto.

Em entrevista ao site, David Peterson, criador das línguas do seriado, afirmou que a HBO pensou em mostrar os Caminhantes Brancos falando também na segunda temporada, mas as cenas não funcionaram em nenhuma das vezes e o canal abandonou de vez a ideia.

Jon bêbado

Quando Winterfell faz uma festa de boas-vindas para a comitiva do Rei Robert, ao invés de ser deixado para fora como no capítulo que foi ao ar, Jon entra na festa e fica um pouco bêbado. Ele derruba uma jovem que está servindo vinho e, após ouvir risos pelo salão, sai acompanhado do lobo Fantasma.

Com isso, o piloto perdido teria uma cena muito mais parecida com os livros de Martin do que a versão que foi ao ar.

Ned e Jaime

O confronto entre Ned e Jaime também é ligeiramente diferente. Enquanto na versão oficial o irmão Lannister apenas indica a tragédia que aconteceu com a família de Ned durante a Rebelião de Robert, no roteiro anterior o regicida fala claramente sobre as mortes do pai e irmão mais velho do protagonista (um queimado e o outro enforcado). Depois, Tyrion ainda ironiza a situação, afirmando que apostaria em Jaime em uma disputa contra Ned, mas não muito.

Catelyn

Além de ser interpretada por uma atriz diferente (Jennifer Ehle), Catelyn Stark também tinha uma personalidade diferente, já que desejava tornar Sansa rainha pelo casamento com Joffrey.

Oficialmente, a mãe de Sansa fica receosa com a ida de Ned para o sul e pede para que ele continue em Winterfell cuidando de sua família.

Joffrey

No episódio piloto oficial de Game of Thrones, a personalidade cruel de Joffrey não é revelada. Sansa está apaixonada por ele e, até então, o príncipe parece ser um garoto comum.

No piloto perdido, Joffrey mostra sua arrogância em uma cena com os Starks, quando diz que quer usar com espadas de verdade, ao invés das imitações de madeira, mais seguras para treinamentos. Robb fica nervoso com a atitude do garoto, que desmerece os Starks.