Game of Thrones | Séries derivadas já terão orçamentos colossais logo de cara, afirma executiva da HBO

Créditos da imagem: HBO/Reprodução

Séries e TV

Notícia

Game of Thrones | Séries derivadas já terão orçamentos colossais logo de cara, afirma executiva da HBO

Francesca Orsi garante que produções não funcionariam no custo dos anos iniciais do seriado original

Arthur Eloi
13.03.2018
13h15
Atualizada em
29.06.2018
02h38
Atualizada em 29.06.2018 às 02h38

Os derivados de Game of Thrones continuam sendo um mistério, mas a HBO garantiu que eles não vão dever em nada ao programa original.

Falando durante um evento da INTV em Israel [via Hollywood Reporter], a executiva Francesca Orsi afirmou que os "sucessores" não funcionariam dentro do orçamento das primeiras temporadas de GoT. "$50 milhões por temporada não é o bastante para o que estamos tentando fazer. Queremos algo grande."

Quanto a necessidade dos derivados, Orsi diz que a HBO ignorar o fenômeno de Thrones "seria conduta ilegal não continuar essa história."

No começo de 2017, a HBO contratou quatro roteiristas diferentes para analisarem a mitologia dos livros e pensarem em diferentes seriados. São eles os roteiristas: Max Borenstein (Kong: Ilha da Caveira), Jane Goldman(Kingsman: O Círculo Dourado), Brian Helgeland (Lendas do Crime) e Carly Wray (Mad Men). Cada um trabalhará sozinho, com exceção de Goldman e Wray - ambos escreverão seus scripts com a assistência de Martin. Mais tarde, Bryan Cogman foi convidado para desenvolver o quinto projeto.

Vale lembrar que nem todos os projetos podem realmente se tornar séries, já que as produções estão em estágios iniciais. As séries derivadas não devem ser lançadas antes de 2020 - saiba mais.

Game of Thrones é exibida no Brasil pela HBO.