Woody Allen perde primeira fase judicial do processo contra Amazon Studios

Créditos da imagem: Ander Gillenea/AFP

Filmes

Notícia

Woody Allen perde primeira fase judicial do processo contra Amazon Studios

Diretor moveu ação após perder distribuição de A Rainy Day in New York

Julia Sabbaga
31.07.2019
15h38

Woody Allen perdeu uma primeira batalha judicial do seu processo movido contra a Amazon Studios, que decidiu não distribuir o seu último filme, A Rainy Day in New York, por conta das acusações de assédio sexual envolvendo o diretor que ressurgiram recentemente [via The Wrap]. 

Anteriormente, Allen tinha um contrato com a Amazon Studios para a distribuição de cinco de seus filmes - e A Rainy Day in New York seria o terceiro deste acordo, com previsão de estreia para 2018. Ai o projeto começou a ser adiado e então sequer ganhou nova data. Já em agosto, especulava-se que o longa nem seria lançado, com a empresa evitando se comprometer após o auge dos movimentos #MeToo e Time's Up: como resposta, parte do elenco - composto por Timothée ChalametSelena GomezJude LawElle FanningLiev Schreiber e Diego Luna - doou seus salários para instituições que ajudam sobreviventes de assédio e violência sexual.

Em decisão anunciada hoje, 31, a juíza Denise Cote determinou que o diretor não pode processar o estúdio por diversos projetos, mas poderá continuar na empreitada se mover ações individuais para cada um dos filmes que a Amazon Studios não lançou. Desde o início do caso, o estúdio tem descrito sua decisão de não continuar a parceria do diretor como "justificável", baseando-se nas alegações de assédio e no comportamento de Allen ao confrontar as acusações. 

Cote dispensou duas outras ações de Allen: de que a Amazon quebrou uma cláusula de boa-fé e de "enriquecimento injusto" pela parte da empresa, alegando que as duas ações são redundantes.

A Rainy Day in New York segue sem data de lançamento prevista. Enquanto isso, o diretor já iniciou as filmagens de seu próximo filme, ainda sem detalhes revelados, na Espanha. O longa confirmou Christoph Waltz Louis Garrel no elenco.