Foto de WiFi Ralph

Créditos da imagem: WiFi Ralph/Disney/Divulgação

Filmes

Notícia

WiFi Ralph | Dubladora fala sobre mudança no visual de Tiana

Longa reanimou cenas após reclamações dos fãs

Camila Sousa
25.09.2018
18h00

A dublabora Anika Noni Rose se pronunciou sobre a mudança da princesa Tiana em WiFi Ralph. Após reclamações dos fãs sobre o visual da personagem (nariz mais fino e outro tom de pele), a Disney decidiu reanimar todas as cenas com sua presença - saiba mais. No seu Instagram, Rose afirmou que também ficou surpresa quando as primeiras imagens da princesa no filme foram divulgadas:

"Minha equipe e eu imediatamente entramos em contato com o estúdio para falar sobre essas mudanças, então há três semanas eu tive uma reunião com a equipe de WiFi Ralph e meu animador original, Mark Henn". Na reunião, explicaram para a dubladora que a computação gráfica realmente pode alterar o visual dos personagens e ela explicou o quanto era importante para as meninas ter seus tons de pele representados nas telas e o visual do nariz, que não era fino no longa original.

"Foi importante para mim ouvir o que a Disney tinha a dizer e ter um diálogo aberto sobre legado e representação (...). Fico feliz que mesmo nessa fase do processo, a Disney teve cuidado e respeito o suficiente por todos que amam a princesa Tiana e o legado dela, e gastaram tempo e dinheiro para fazer os ajustes necessários. Ao fazer isso, eles reconhecem que o legado dela também é o legado deles, duas coisas das quais tenho orgulho de fazer parte".

Na trama, Ralph, o vilão dos videogames e sua companheira desajustada Vanellope von Schweetz precisam arriscar tudo ao viajar para a world wide web em busca de uma peça sobressalente para salvar o videogame de Vanellope, Corrida Doce. Sem saber no que se meteram, Ralph e Vanellope dependem dos cidadãos da Internet – os internautas – para auxiliar em sua navegação, incluindo uma empresária de website chamada Yesss, que é o algoritmo principal e o coração e alma do site que dita tendências “BuzzzTube”.

Com direção de Rich Moore e Phil Johnston, o filme chega ao Brasil em 3 de janeiro de 2019.