Ralph Fiennes em Grande Hotel Budapeste

Créditos da imagem: Touchstone Pictures

Filmes

Lista

Como começar a assistir Wes Anderson

Diretor de comédias melancólicas tem um estilo visual único e rapidamente reconhecível

Julia Sabbaga
11.05.2020
12h24

Wes Anderson não apenas é um dos grandes diretores de sua geração como é um dos mais únicos e rapidamente reconhecíveis do cinema atual. A sua fotografia, uso de cor, e seus personagens peculiares são tão queridos e distintos de tudo que é difícil não perceber um filme de Wes Anderson assim que se coloca os olhos na tela. Na ativa desde o início dos anos 90, Anderson tem uma filmografia que vale ser conferida do começo ao fim, mas para quem está começando agora, é difícil saber onde iniciar a jornada. Por isso, reunimos abaixo algumas informações essenciais para entender o que está por trás de sua obra, e como começar a assistir seus filmes:

Quem é Wes Anderson

Wes Anderson em bastidores de A Vida Marinha com Steve Zissou
Touchstone Pictures/Divulgaçao

Wes Anderson teve um início de carreira incomum, por ter conseguido um acesso relativamente rápido aos grandes festivais de cinema. Nascido em 1969 no Texas, onde fez faculdade e conheceu os irmãos Luke e Owen Wilson, Anderson passou a juventude fazendo filmes mudos e, em 92, dirigiu seu primeiro curta, Bottle Rocket, estrelando a dupla de amigos. A produção foi selecionada para o Festival de Sundance, e a exibição gerou o apoio para a sua estreia no cinema. Wes Anderson ganhou produtores para seu primeiro filme pela Columbia Pictures, e escreveu a versão longa de Bottle Rocket, Pura Adrenalina, que estreou em 1996. Foi um início encorajador; em 2000, Martin Scorsese colocou o primeiro longa de Anderson entre os 10 melhores filmes dos anos 90. 

Desde então, Anderson teve uma trajetória de sucesso imparável. Seu segundo filme, Três é Demais, foi outro sucesso de crítica e seu terceiro, Os Excêntricos Tenenbaums, não apenas foi bem de crítica e de bilheteria, como ganhou uma indicação ao Oscar por Melhor Roteiro. Desde então, Anderson foi indicado a outros seis Oscars, por filmes como O Fantástico Sr. Raposo, Moonrise Kingdom, O Grande Hotel Budapeste e Ilha de Cachorros. O Grande Hotel Budapeste, lançado em 2014, levou estatuetas de Melhor Figurino, Maquiagem e Cabelo, Design de Produção e Trilha Sonora. 

Seu estilo e suas influências

A Vida Marinha com Steve Zissou/Viagem à Darjeeling/Moonrise Kingdom
Touchstone Pictures/Fox Searchlight Pictures/Divulgaçao

O estilo visual de Wes Anderson é único. Apesar de inspirado por nomes como François Truffaut, Pedro Almodóvar, Mike Nichols, Stanley Kubrick ou Martin Scorsese, Anderson construiu sua carreira com uma direção peculiar e rapidamente reconhecível, principalmente por seus movimentos de câmera, identidades cromáticas de cada um de seus filmes e um uso absurdo de simetria. Além da identidade visual, Anderson é co-escritor de todos os seus filmes, o que faz com que todas as produções compartilhem de certas tradições, figurando adultos que se comportam como crianças, crianças que se comportam como adultos, e um tom doce e melancólico. Além disso, filmes de Anderson geralmente envolvem problemas de famílias disfuncionais. 

Wes Anderson ainda é um daqueles cineastas que fazem uso de um elenco recorrente. Desde seu segundo filme, Bill Murray esteve em todos os longas de Anderson, e nomes como Owen Wilson (com quem Anderson escreveu seus três primeiros filmes), Luke Wilson, Jason Schwartzman, Andrew Wilson, Tilda Swinton, Edward Norton e Anjelica Huston também são tradicionais na filmografia do diretor. Outros companheiros frequentes de Anderson são seu diretor de fotografia, Robert Yeoman, e o compositor Mark Mothersbaugh

3 filmes para começar a ver Wes Anderson

Os Excêntricos Tenenbaum/O Grande Hotel Budapeste/O Fantástico Sr. Raposo
Twentieth Century Fox/Touchstone Pictures

A filmografia de Wes Anderson é formada por nove filmes escritos e dirigidos por ele, e é tão certeira do começo ao fim que poderia ser facilmente ser conferida na íntegra. Para quem não tem tempo e quer um conhecimento básico do diretor, damos três recomendações que representam sua carreira até hoje:

  • Os Excêntricos Tenenbaum (2001) 

Depois de dois filmes bem falados mas pouco conhecidos, Wes Anderson lançou, em 2001, seu primeiro grande sucesso de bilheteria, Os Excêntricos Tenenbaum. O filme permitiu que Anderson executasse sua visão com um orçamento maior, o que representou uma reunião de nomes impressionante (com Gene Hackman, Gwyneth Paltrow, Bill Murray e muito mais) e traz, pela primeira vez na sua carreira, o tradicional tema de uma família disfuncional, centrado em três filhos que tiveram sucesso na infância e, em sua vida adulta, são desajustados e lidam com a ausência do pai. Os Excêntricos Tenenbaum levou a comédia deprimente de Anderson para um público maior, e inaugurou sua fase de reconhecimento tanto crítico quanto em premiações, rendendo sua primeira indicação ao Oscar, por Melhor Roteiro, ao lado de Owen Wilson

Onde assistir? Indisponível nas plataformas digitais. Lançado em DVD no Brasil pela Buena Vista Home Entertainment. 

  • O Fantástico Sr. Raposo (2009) 

Fugindo do live-action pela primeira vez na carreira, em 2009 Wes Anderson lançou a animação O Fantástico Sr. Raposo, co-escrita com Noah Baumbach. No filme, estão presentes a maioria dos tradicionais costumes de Wes Anderson, mas desta vez, mais envoltas em um universo infantil, que nunca deixa de ser sombrio. Em stop-motion, o filme conta a história de uma famíla de raposas contra um grupo de fazendeiros, e exemplifica tanto a ousadia de Anderson em novos formatos como sua capacidade de transpor seu estilo de filmagem para universos distintos. O Fantástico Sr. Raposo traz um elenco diferente do tradicional de Anderson; apesar de trazer Owen WilsonJason Schwartzman e Bill Murray, as vozes são lideradas por George Clooney e Meryl Streep.

Onde assistir? Disponível para streaming no Prime Video e para compra/aluguel no Microsoft Store, Looke, iTunes e Google Play.

  • O Grande Hotel Budapeste (2014)

O último filme em live-action lançado por Wes Anderson, O Grande Hotel Budapeste, poderia ser chamado do filme mais Wes Anderson do próprio. Recheado de personagens peculiares memoráveis, o filme conta a história de vida de um jovem funcionário de um hotel de luxo, e sua trajetória até se tornar o dono da insituição. Com um visual estonteante e liderado por uma atuação distinta de Ralph Fiennes como o Monsieur Gustave, O Grande Hotel Budapeste foi incluído em diversas listas de melhores filmes do século 21 (em 27º lugar no The Guardian e 21º pela BBC), e recebeu nove indicações ao Oscar, saindo vencedor de quatro categorias (Melhor Figurino, Maquiagem e Cabelo, Design de Produção e Trilha Sonora), além de ser a produção mais bem-sucedida comercialmente do diretor. 

Onde assistir? Disponível para streaming no Telecine Play e para compra/aluguel no Microsoft Store, Looke, iTunes e Google Play.