Warner rejeita ofertas por Coyote vs. Acme e coloca futuro do filme em xeque

Créditos da imagem: Reprodução

Filmes

Notícia

Warner rejeita ofertas por Coyote vs. Acme e coloca futuro do filme em xeque

Sem acordo, filme pode ter o mesmo destino de Batgirl

Omelete
2 min de leitura
09.02.2024, às 14H34

O destino de Coyote vs. Acme continua em xeque. Após ser engavetado pela Warner Bros., o projeto parecia ter escapado do destino cruel com o anúncio de que o estúdio ouviria ofertas de concorrentes como Netflix, Paramount e Amazon Prime interessados em adquiri-lo. O jogo, no entanto, virou mais uma vez.

Segundo informações do TheWrap, a Warner recusou todas as ofertas pela aquisição do longa. Fontes ouvidas pela publicação apontam que o estúdio pediu entre US$ 75 e US$ 80 milhões pelos diretos de exibição de Coyote vs. Acme, valor que não se aproximou do oferecido pelos concorrentes.

Ainda de acordo com o site, a intenção do estúdio era esperar o "prazo" para as ofertas se esgotarem para simplesmente jogar o filme no "lixo". Desde o início, o projeto teria o mesmo destino de Batgirl, que foi descartado mesmo com as filmagens finalizadas. No caso de Coyote vs. Acme, a boa recepção do longa em exibições testes para o público fez com que os chefões da Warner repensassem a decisão.

O CEO da Warner Bros David Zaslav sequer teria assistido ao filme, enquanto Michael De Luca e Pam Abdy, presidentes do Warner Bros. Motion Picture Group (braço cinematográfico do estúdio) viram apenas um corte inicial do projeto, mesmo com seguidas exibições testes e elogios do público presente. De acordo com uma fonte próxima a Coyote vs. Acme, livrar-se de um filme totalmente finalizado tornou-se "um meio aceitável de lidar com um problema".

Questionada, a Warner não confirmou as informações. Por enquanto, Coyote vs. Acme continua no limbo e pode ter o mesmo destino de Batgirl.

Coyote Vs. Acme, que teria no elenco John Cena, Will Forte (Corram Que o Agente Voltou) e Lana Condor (Para Todos os Garotos que Já Amei), iria acompanhar Wile E. Coiote, dos Looney Tunes. O cancelamento foi anunciado em novembro do ano passado, com as filmagens já encerradas. Pessoas que já viram o filme em exibições-teste afirmam que o senso de humor se aproxima ao do excelente Uma Cilada para Roger Rabbit (1988).

Conforme a sinopse oficial, "após produtos Acme falham com ele por uma última vez em sua busca obstinada do papa-léguas, Wile E. Coiote contrata um advogado de outdoor (Forte) para processar a corporação Acme. O caso coloca Wile e seu advogado contra o antigo chefe do representante legal (Cena), mas uma crescente amizade entre homem e desenho fortalece uma determinação para vencer".

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.