logos da Universal Pictures e da AMC

Créditos da imagem: Universal Pictures/AMC/Divulgação

Filmes

Notícia

Universal Pictures lançará filmes digitalmente dias depois de estreia no cinema

Estúdio chegou a acordo com franquia AMC após disputa causada pelo lançamento de Trolls 2

Nicolaos Garófalo
28.07.2020
19h40

Após anunciar que não exibiria mais filmes da Universal Pictures, a franquia de cinemas AMC chegou a um acordo com o estúdio e voltará a permitir os longas em suas salas nos Estados Unidos. As partes acertaram que o selo poderá levar seus títulos para plataformas on demand pagas a partir de 17 dias após entrarem em cartaz (via THR).

O acordo põe fim à janela de lançamento em home video, política que impunha um limite mínimo de três meses entre os lançamentos nos cinemas e em DVD ou blu-ray.

De acordo com pessoas com conhecimento do acordo, a AMC deve ficar com cerca de 10% dos lucros das vendas on demand de longas da Universal. Por enquanto, o contrato vale apenas para o território norte-americano, embora as empresas já estejam acertando detalhes para exibição na Europa e Ásia.

O imbróglio entre AMC e Universal começou em abril, após o estúdio lançar a animação Trolls 2 no mesmo dia em que o filme chegou aos poucos cinemas abertos dos Estados Unidos – saiba mais.