Trovão Tropical | Robert Downey Jr. relembra polêmica sobre blackface

Créditos da imagem: Divulgação/DreamWorks

Filmes

Notícia

Trovão Tropical | Robert Downey Jr. relembra polêmica sobre blackface

Ator afirma que a ideia de seu papel foi discutir a “hipocrisia dos artistas”

Gabriel Avila
22.01.2020
16h36
Atualizada em
23.01.2020
15h27
Atualizada em 23.01.2020 às 15h27

Robert Downey Jr. relembrou a polêmica a respeito de seu papel no filme Trovão Tropical. Dirigido e estrelado por Ben Stiller, a produção acompanha um grupo de atores gravando um filme de guerra quando são enviados para um campo de batalha real. No longa, Downey Jr. vive Kirk Lazarus, um ator branco que passou por uma cirurgia de pele para interpretar o Sargento Lincoln Osiris, um homem negro.

Em entrevista ao podcast The Joe Rogan Experience, o ator comentou o uso de blackface, nome usado quando pessoas brancas pintam o rosto para se “fantasiar” de pessoa negra, um ato que carrega uma conotação racista. O ator revelou que inicialmente ficou empolgado para o projeto, que seria seu próximo filme após Homem de Ferro, mas logo em seguida percebeu o absurdo da situação. Porém, foi a discussão a respeito dos “limites da arte” que fez com que mudasse de ideia:

“Posso ser negro por um verão em minha mente, então há algo nisso para mim. Ou posso me apegar à natureza da insana hipocrisia autocentrada dos artistas e do que eles pensam que podem fazer nesse sentido.”

Ele relembrou a dedicação de Ben Stiller, quem comparou a grandes cineastas como Charlie Chaplin, e revelou que boa parte de seus amigos aprovou sua atuação:

“Ben, que é um artista e diretor magistral, provavelmente o mais próximo de Charlie Chaplin que eu vi em minha vida (...) sabia exatamente qual era sua visão para isso. Ele a executou. Era impossível não virar um pesadelo ofensivo em forma de filme. E 90% dos meus amigos negros ficaram ‘cara,isso foi incrível’”.

Questionado sobre os outros 10%, o ator respondeu que “não poderia discordar com eles, mas sei onde meu coração estava. Não que isso seja desculpa para fazer algo fora de tempo ou espaço, mas para mim foi como colocar uma camisinha… E acho que As Branquelas saiu logo depois e eu adorei aquele filme, então...”

Por fim, Downey Jr reafirma que a intenção do projeto era tocar na ferida. “Trovão Tropical era sobre quão errado isso era, então vi como uma exceção”.

O trabalho mais recente de Robert Downey Jr. é o remake de Dolittle, que chega aos cinemas em 20 de fevereiro de 2020.