Filmes

Lista

10 trailers que são melhores que os filmes

Relembre lançamentos que criaram grandes expectativas, mas decepcionaram público e/ou crítica

A cozinha
17.10.2019
15h12

O trailer é a primeira porta de entrada para o mundo mágico prometido por um filme. É quando a expectativa para o lançamento é criada, seja de um projeto desconhecido, seja de uma franquia consolidada. Às vezes, porém, esse primeiro vislumbre acaba sendo a melhor parte da jornada, com o produto final decepcionando na tela grande. No video acima, relembramos alguns desses casos, que você também encontra listados abaixo.

Esquadrão Suicida (2016)

Bem montado, ao som de Queen, o trailer prometia que Esquadrão Suicida seria o melhor filme baseado em quadrinhos do ano. Mas não foi. Apesar do sucesso de bilheteria - US$ 746,84 milhões arrecadados mundialmente para um orçamento de US$ 175 milhões -, as críticas negativas pesaram, resultando em uma mudança de tom na continuação, comandada por James Gunn, e em Aves de Rapina, o derivado que terá a volta de Margot Robbie como Arlequina.

Prometheus (2012)

O primeiro teaser de Prometheus prometia não só a volta de Ridley Scott ao terror, mas o seu aguardado retorno à franquia Alien. Não foi. O resultado dividiu a crítica, que exaltou mais o visual do que o conteúdo do semi-prelúdio, com a arrecadação nos EUA - US$ 126,47 milhões - ficando abaixo do orçamento de US$ 130 milhões. Alien: Covenant prometia ser a redenção, mas o resultado acabou sendo ainda mais conflitante. 

O Grande Gatsby (2013)

Para o fã Moulin Rouge e do diretor Baz Luhrmann, a combinação de O Grande Gatsby, o clássico de Scott Fitzgerald sobre os dramas do milionário festeiro Jay Gatsby, e Leonardo DiCaprio, um milionário que ama festas na vida real, parecia perfeita. Além disso, o filme marcava a primeira reunião de DiCaprio e Luhrmann nas telas desde Romeu + Julieta (1996), unindo também o ator com Tobey Maguire, seu amigo de longa data. O resultado, porém, foi bastante abaixo do esperado para a crítica, ainda que o filme tenha arrecadado bem nas bilheterias (US$ 353,64 milhões para um orçamento de US$ 105 milhões).

Sucker Punch: Mundo Surreal (2011)

O Homem de Aço (2013)

Batman vs Superman: A Origem da Justiça (2016)

Zack Snyder ganha um combo de menções na lista pelas reações extremas causadas por seus trailers e respectivos filmes. As prévias de Sucker Punch, O Homem de Aço e Batman Vs Superman: A Origem da Justiça foram recebidas com entusiasmo quase unânime, sempre acompanhadas da marca “visionária” criada pelo diretor em filmes como Watchmen (2009) e 300 (2006). Já quando chegaram aos cinemas, dividiram público e crítica, criando uma relação de ame ou odeie. Teve quem perdeu o amigo defendendo e quem perdeu amizades criticando.

Star Wars - Episódio I: A Ameaça Fantasma (1999)

O primeiro trailer de Star Wars - Episódio I: A Ameaça Fantasma chegou para a preencher o vazio de fãs que há anos aguardavam um novo filme da franquia. Quando o filme saiu, o tom infantil decepcionou muita gente, com Jar Jar Binks concentrando a maior parte das críticas, ainda que a luta de sabre contra Darth Maul seja celebrada até hoje.

As Loucas Aventuras de James West (1999)

Prometido como um dos grandes lançamentos do verão norte-americano de 1999, o filme estrelado por Will Smith, Kevin Kline, Kenneth Branagh e Salma Hayek foi um fracasso de público e crítica. Dirigido por Barry Sonnenfeld logo depois do sucesso de MIB: Homens de Preto (1997), o filme fez US$ 113 milhões nos EUA para um orçamento de US$ 170 milhões (chegando a apenas US$ 222 milhões mundialmente) e foi acusado de dar mais atenção para os efeitos visuais do que para a história. Ainda assim, ganhou uma hoje clássica música-tema na voz de Smith, primeiro lugar na Billboard Hot 100 na época, e com direito a clipe super produção que foi sucesso na MTV.

Rebobine, por Favor (2008)

Michel Gondry ainda colhia os frutos do reconhecimento por Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças (2004) quando o trailer de Rebobine, Por Favor foi divulgado. O conceito - dois funcionários de uma locadora acidentalmente apagam o conteúdo de todas as fitas e resolvem recriar os filmes para manter o negócio - parecia perfeito para a inventividade visual do cineasta, responsável também por clipes de Björk, White Stripes e Rolling Stones. O filme, porém, nunca passa desse conceito e se torna melhor quando é consumido como um clipe. Comandadas por Gondry, as versões de baixo orçamento de clássicos do cinema estreladas por Jack Black e Yasiin Bey (então conhecido como Mos Def) ainda valem uma visita ao longa (mas talvez sejam melhor aproveitadas como clipes no YouTube).

X-Men Origens: Wolverine (2009)

O trailer chegou com a promessa de mostrar uma combinação de Wolverine: Origens e Arma X, mas só entregou uma salada mutante, descaracterizando personagens e virando um eterno motivo de piada. Sofrendo também com um vazamento online, o filme não conquistou público nem crítica, somando US$ 179 milhões nos EUA para um orçamento de US$ 150 milhões.

Bônus péssimo trailer, bom filme: X-Men: Primeira Classe (2011)

O trailer e os cartazes prometiam um desastre, mas o filme é hoje considerado um dos melhores da franquia X-Men. O marketing desastroso, porém, pode ter comprometido o desempenho do longa nos EUA, onde arrecadou US$ 146 milhões para um orçamento de US$ 160 milhões (chegando a uma arrecadação mundial de US$ 353,62 milhões).