Imagens de Boba Fett em o Retorno de Jedi e Quarteto Fantástico/Lucasfilm/20th Century Studios

Créditos da imagem: Lucasfilm/20th Century Studios/Divulgação

Filmes

Notícia

Josh Trank fala sobre filme de Boba Fett e explica demissão da Lucasfilm

Diretor de Quarteto Fantástico diz que se demitiu antes que o estúdio o mandasse embora

Nicolaos Garófalo
05.05.2020
23h21

Responsável por levar a última versão do Quarteto Fantástico para os cinemas, Josh Trank falou sobre um projeto grande que nunca conseguiu realizar: um filme sobre Bobba Fett, popular personagem da franquia Star Wars. Em entrevista ao Polygon, o cineasta afirmou que os problemas de bastidores no longa da Primeira Família da Marvel afetaram sua relação com a Lucasfilm, a ponto de Trank prever que seria demitido.

Segundo o diretor, Simon Kinberg (X-Men: Fênix Negra), que na época trabalhava como consultor no estúdio responsável pela franquia criada por George Lucas, o convidou para uma conversa para trabalhar em um filme derivado. Após entrevista com Kathleen Kennedy, presidente da Lucasfilm, Trank fechou acordo para comandar um longa sobre o caçador de recompensas. “As visões que tive naquele momento eram de outro mundo”.

Após o lançamento desapontador de Quarteto Fantástico, no entanto, a mídia ficou sabendo sobre os problemas que Trank teve nos bastidores e as constantes brigas para adequar o filme ao esperado pela Fox. Embora as notícias da época relatem que o diretor teria sido demitido do projeto, Trank afirma que “meu demiti porque sabia que seria demitido”.

O filme de 2015 de Trank faturou US$ 167 milhões mundialmente para um orçamento de US$ 120 milhões (com apenas US$ 56 milhões arrecadados nos EUA). A produção passou por diversos problemas, ocasionados principalmente pelos desentendimentos entre o diretor Josh Trank e o produtor Simon Kinberg.