Ratatouille | Diretor nega teoria criada por fãs

Créditos da imagem: Disney/Pixar/Divulgação

Filmes

Notícia

Ratatouille | Diretor nega teoria criada por fãs

Tese afirmava que Remy aprendeu a cozinhar assistindo a mãe do crítico Anton

Nicolaos Garófalo
17.09.2019
20h30
Atualizada em
18.09.2019
18h41
Atualizada em 18.09.2019 às 18h41

Em um post no Twitter, o diretor Brad Bird desbancou uma teoria de fãs sobre Ratatouille, animação da Disney/Pixar lançada em 2007. De acordo com o internauta, o rato Remy teria aprendido a cozinhar observando a mãe de Anton, crítico que antagoniza os protagonistas por boa parte do longa.

A teoria é baseada em diversas imagens que mostram semelhanças entre a residência de infância do jornalista e a casa da senhora que o ratinho assistia cozinhar. Segundo o cineasta, porém, essas coincidências não são nada mais do que limitações enfrentadas pelo curto prazo para a entrega para o filme.

Bird assumiu o longa já em produção, com apenas dois dos vários modelos de cenários já prontos, obrigando a equipe a reaproveitar elementos dos sets animados para outras cenas, resultando nas casas parecidas vistas no produto final – veja o tweet do diretor abaixo:

Ratatouille conta a história de um rato apaixonado por cozinha que se une a um humano para comandar a cozinha de um dos restaurantes mais renomados de Paris. O filme foi lançado em 2007 e fez US$620 milhões nas bilheterias mundiais.