Filmes

Artigo

Predadores: Omelete visita o set de filmagens em Austin (Texas)

Se depender do que vimos, enfim a franquia Predador voltará aos trilhos!

Steve Weintraub
24.06.2010, às 18H51
ATUALIZADA EM 03.11.2016, ÀS 17H00
ATUALIZADA EM 03.11.2016, ÀS 17H00

Adrien Brody está rastejando em direção à câmera. O túnel é escuro e claustrofóbico e, conforme o ator rasteja, ele ilumina o ambiente com uma lanterna para frente e para trás, tentando ver o que está ao seu redor. O túnel dá a sensação de estar vazio há tempos. À medida que ele se movimenta, a câmera levanta para revelar o quanto ele ainda tem de rastejar... e é muito mais do que você imaginaria. A luz tênue e a escuridão provam que estamos no lugar certo, entrando no mundo de Predadores (Predators), do diretor Nimrod Antal.

Esta visita ao set, em Austin (Texas), aconteceu em dezembro de 2009, quando passei um dia inteiro lá. Eu não tinha muita certeza do que encontraria no set, mas admito que deixei o set de filmagens muito impressionado e convencido que Predadores, com produção de Robert Rodriguez, irá arrasar neste meio de ano.

Predadores

None

Predadores

None

Predadores

None

Predadores

None

Predadores

None

Predadores

None

Predadores

None

Antes de entrarmos no que efetivamente vi no set, saiba que estou limitando os spoilers deste artigo. Apesar dos envolvidos terem contato por lá muito do que acontece no filme, eu não quero arruinar a sua experiência ou a diversão de assistir ao que considero um dos filmes com maior potencial da temporada. Então você pode ler esta reportagem sem se preocupar.

Cada visita a sets de filmagens nunca é igual à outra. Em algumas vezes, o estúdio te deixa sentado esperando o dia todo por entrevistas. Em outras, permitem que você assista às filmagens por horas e você não fica mais que alguns momentos com o diretor ou os atores. A visita ao set de Predadores foi equilibrada: teve muitas entrevistas e uma boa espiada no que eles estavam filmando.

Começamos o dia por volta das 11h da manhã partindo para o Troublemaker Studios, de Robert Rodriguez. Ao chegar lá, fomos imediatamente acomodados em uma sala com muitos desenhos de produção nas paredes. A primeira coisa que percebemos foi o quão diferente é o Predador que estará no filme. Aliás, os Predadores. Vimos algumas imagens de um Predador canino, um Predador negro, um Predador de rapina e alguns outros conceitos no trabalho artístico. Todas essas versões deixavam bem claro porque o título do filme está no plural.

A outra coisa que nos disseram é que Predadores irá ignorar solenemente os filmes da franquia Alien VS. Predador e também Predador 2. Este será muito mais próximo do filme original - o que soou como música aos meus ouvidos.

Depois de checar a produção de arte, nos aventuramos do lado de fora, no frio, e andamos até uma locação externa. Como muito do filme é ambientado em uma selva, o time da Troublemaker teve que recriar o set selvagem sobre o piso de concreto. A equipe explicou como eles também tiveram que recriar as locações de filmagem no Havaí para as tomadas superiores e os close-ups e as mudanças para ter um clima quente no meio das árvores durante o frio do inverno texano. Você pode pensar que não seria possível recriar uma selva no concreto, mas eu posso garantir que o time de produção deu conta do recado.

A primeira externa que visitamos foi o campo da morte. A locação era enorme, com grandes muros cercando tudo para que o mundo exterior não pudesse ver o que acontecia lá dentro, e ainda criar a sensação de que estávamos em outro planeta. O chão estava cheio de crânios e ossos, e em volta havia um tipo de contêiner com a palavra "Predador" escrita no portão de entrada. A locação também estava cheia de muco no chão e as árvores eram muito altas. Quando você ver este cenário no filme, vai facilmente acreditar que tudo foi filmado em uma floresta de verdade.

De lá caminhamos por um pequeno pátio que nos levava ao set da florestas. Richard Bell, o responsável por plantas da Troublemaker, nos explicou os desafios de construir a selva. Ele explicou que eles vêm reutilizando a mesma locação por diversas vezes à medida que eles constantemente modificam os limites da locação com árvores e folhagens diferentes para parecer que eles estão em locais distintos. Ele também explicou que, às vezes, eles têm apenas um dia para mudar tudo. Com uma equipe de 10 pessoas trabalhando 90 horas por semana, eles conseguem finalizar o trabalho para a filmagem.

A próxima locação que fomos era um grande hangar. A primeira coisa que aprendemos foi que aquele prédio foi o mesmo em que eles filmaram boa parte de Sin City - Cidade do Pecado. Era lá que a Troublemaker Studios mantinha boa parte do trabalho em chroma key verde. Depois de checar a área, olhamos para a esquerda e notamos um enorme Predador em um degrau, com um grande fundo verde atrás dele. Havia uma equipe de pessoas tirando fotos, que devem ser usadas no pôster e outras artes promocionais.

Foi nesta locação que encontramos Greg Nicotero (guru de maquiagem e efeitos da KNB Studios). Ele explicou seu papel na produção e como a KNB construiu as fantasias do Predador. Ele nos contou sobre os diferentes Predadores no filme e o envolvimento do Predador clássico do primeiro filme. Também revelou que em Predadores teremos três novos “super” Predadores. Cada um deles terá personalidade própria - e o último é chamado de Predador Negro. Ele também nos disse uma grande analogia sobre as diferenças entre a criatura original e estes novos monstros. A comparação dele foi que o Predador original é como uma fita cassete, enquanto os Super Predadores são iPods...

Mais alguns fatos interessantes:

  • Muito do filme já estava pronto e haveria trabalho limitado de CGI para finalizá-lo.
  • Não há Predadores feitos em computação gráfica.
  • O CGI será usado para cobrir e descobrir os Predadores em camuflagem.

Nicotero veio para o projeto no final de julho e está enviando materiais para a locação no Havaí desde o final de setembro. Ele disse que foi um trabalho de pré-produção muito rápido. Ele nos contou sobre o desenvolvimento dos cachorros predadores, espécies que parecem hienas com chifres, e como um dos Super Predadores será um guia deste cães. Ele também falou brevemente sobre o Super Predador que estava sendo fotografado e explicou que demorava de 20 a 30 minutos para vestir aquela roupa. Quando andamos até o local, o ator tirou a máscara para conversar, mas como o traje não permite muita entrada de ar, pudemos notar o quanto ele estava suando. Assim como deve ser divertido interpretar um predador, eu não posso imaginar como é ficar o dia todo naquela roupa.

Depois, embarcamos em um ônibus para onde estavam filmando naquele dia. Descobrimos que Danny Trejo estaria disponível por alguns minutos, então tiramos vantagem da situação e conduzimos uma entrevista (que será publicada em breve). Depois de falar com o Señor Machete, finalmente fomos para onde o diretor Nimrod Antal estava. Fomos encaminhados para dentro de uma cabine de som esfumaçada e posicionados atrás dos monitores. A primeira coisa que notei foi como todos estavam calmos e depois fiquei sabendo que eles trabalham juntos há anos, na maioria dos filmes da Troublemaker Studios.

À medida que ficamos ali assistindo, pudemos ver a maioria do elenco andando com os uniformes. Primeiro eu vi Adrien Brody, depois Topher Grace e então o restante do elenco. Antes das filmagens começarem, Nimrod Antal veio e bateu um papo conosco rapidamente. Nós conversamos sobre o trabalho com Robert Rodriquez (que estava andando na nossa frante), os atores, a produção... tudo que você deseja perguntar para um diretor. Finalmente, um dos envolvidos com a produção veio dizer que estavam todos prontos, e ele desapareceu por detrás de uma cortina para dirigir a cena.

Da onde estávamos sentados, não podíamos ver o que estava atrás da cortina, mas eles nos deram um monitor para que pudéssemos ver o que a câmera estava filmando. A cena tinha Adrien Brody e mais alguns outros membros do grupo humano em quadrados apertados. A locação era um longo e escuro corredor de um túnel e Adrien estava rastejando pelo caminho até a câmera.

O primeiro take tinha Adrien usando sua lanterna para iluminar o túnel e ele rastejava pelo caminho à medida que a câmera recuava. Conforme ele rastejava, a luz ia para frente e para trás e, às vezes, o feixe de luz ia na direção das lentes da câmera. Parecia muito legal. O segundo take foi igual, exceto que neste ele teve que rastejar muito mais rápido. Predadores estava sendo gravado com uma câmera digital da Genesis, sendo assim a câmera nunca parava de funcionar entre os takes.

Outra coisa que notei enquanto assistia às filmagens é o quanto a composição de cena estava boa e como o take parecia fantástico. Naquele dia todos comentaram o trabalho da diretora de fotografia Gyula Pados e que se aquela cena era um indicativo de todo o estilo do filme, Predadores será um grande filme para se ver.

A outra notícia que nos surpreendeu foi que Laurence Fishburne tinha acabado de ser escalado para o filme e aquele era o seu primeiro dia de filmagem. Não só isso, mas o túnel que o elenco estava tendo que rastejar seria a entrada para onde o personagem de Fishburne vivia. Soubemos que Nolan (o nome do personagem de Fishburne) viveu neste planeta por muitos anos, sobrevivendo sem a companhia de nenhum outro humano. Não pudemos ver a caverna onde ele vivia ou como a roupa de Fishburne se parecia, mas todos com quem conversamos estavam incrivelmente empolgados em tê-lo no set e pareciam crianças na época do Natal ao falarem suas expectativas sobre trabalhar com ele.

Depois de assistirmos a algumas cenas, Nimrod Antal voltou para responder mais algumas questões. Conversamos sobre o uso dos efeitos de câmera e como isso iria limitar o uso de computação gráfica e muito mais. Essa entrevista também será publicada em breve.

Deixamos o local para fazer mais entrevistas com o restante do elenco em outro local, menos esfumaçado. Como o trabalho de arte da produção do início do dia estava muito longe e como o elenco estava trabalhando constantemente, nós pudemos conversar com todos enquanto estávamos do lado de fora da cabine de som naquele frio ar de Austin. Foi uma maneira diferente de fazer entrevistas, mas às vezes é assim que as visitas aos set são.

Depois de uma hora e meia de entrevistas ininterruptas, nós retornamos ao ônibus e fomos até o escritório da produção para conversar com Rodriguez e a atriz Alice Braga. Sentados nos acolhedores escritórios, estávamos muito felizes em podermos nos sentar para as ultimas duas entrevistas.

Quando finalmente terminamos as conversas, fomos presenteados com um incrível tour pelos escritórios da Troublemaker Studios. Eles nos mostraram o quanto eles estavam aptos para produzir e criar tudo que precisam para qualquer filme. Visitamos o departamento de figurino, o departamento de produção onde os artistas trabalhavam e também um local em que pôsteres de filmes antigos adornavam as paredes. Como o prédio não era muito grande e a equipe também não era numerosa, pude ver como Rodriguez estava apto para baixar os custos e mesmo assim produzir grandes filmes. Por isso que todos amam trabalhar com ele. Parece uma grande família que gosta de trabalhar junta. Foi uma boa maneira de finalizar a visita ao set.

Impressões finais

Não tenho dúvidas de que Predadores será um filme muito legal. Eu adorei o quanto aprendemos sobre o filme e seus personagens e o quanto o trabalho em computação gráfica seria menor do que eu imaginava. Acho que todos do elenco, o diretor Nimrod Antal e o produtor Robert Rodriguez nos contaram as coisas certas. E se o entusiasmo de Antal é um indicador em como o filme deve ser, é bem possível que a 20th Century Fox tenha em mãos um reboot da franquia de Predador que deixará os fãs muito felizes.

E, finalmente, a melhor parte: Predadores não será um filme com censura 14 anos. A equipe da Troublemaker Studios está fazendo algo pensando na censura 16 anos, com lutas de extrema violência que deixará todos os fãs de Predador empolgados, contando os dias para a estreia.

O filme chegará aos cinemas dos EUA em 7 de julho. No Brasil, em 23 de julho.

Leia uma entrevista com Robert Rodriguez
Leia mais sobre Predadores

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.