Brad Pitt, Jennifer Aniston e David Schwimmer em Friends

Créditos da imagem: Friends/NBC/Reprodução

Filmes

Artigo

Entenda por que a internet está obcecada por Jennifer Aniston e Brad Pitt

Mais que bons memes, reencontro dos atores no SAG Awards reacendeu o ship de uma geração

Mariana Canhisares
20.01.2020
18h10

Quer você torça pelo casal Shawn Mendes e Camila Cabello, ou tenha acreditado que o romance entre Leonardo DiCaprio e Kate Winslet em Titanic deveria ter extrapolado às telas, fato é que o verbo “shippar” há muito tempo faz parte do vocabulário dos fãs de cultura pop. Porém, se a empolgação hoje com os ídolos teens parece intensa, sobretudo com as redes sociais, nada se compara ao furor que Brad Pitt e Jennifer Aniston causaram nos anos 1990. Prova disso foi a repercussão do reencontro dos atores no último domingo (19), durante o SAG Awards.

A reação dela ao discurso de vitória do astro de Era Uma Vez em… Hollywood; ele, orgulhoso, assistindo-a receber um prêmio por The Morning Show; os dois se parabenizando pelas conquistas. Cada pequeno momento da noite empolgou não apenas os fãs dos trabalhos de Aniston e Pitt, como também aqueles que ainda torcem pela volta do casal. Afinal, o relacionamento dos dois no final dos anos 1990 foi um verdadeiro marco na cultura pop.

Na época, ambos eram os queridinhos da América. Aniston pelo gigantesco sucesso de Friends; Pitt, por filmes como Entrevista com o Vampiro, Lendas da Paixão e Seven: Os Sete Crimes Capitais. Por isso, as primeiras notícias de que eles poderiam estar saindo impactaram praticamente toda uma geração, fosse você leitor ou não dos tabloides de fofoca. Quando eles se casaram, então, nem se fala. Parecia perfeito demais para ser verdade, como se fosse a prova de que o amor que a gente se acostumou a ver nos filmes fosse possível.

Eles ficaram juntos durante sete anos, período no qual o ator até participou da famosa sitcom interpretando um antigo colega de escola da Rachel que, ironicamente, a odiava. Mas o romance aparentemente ideal chegou ao fim. Trabalhando em Sr. & Sra. Smith, Pitt se apaixonou pela colega de elenco Angelina Jolie, eventualmente se casando com ela. Na imprensa, Jolie e Aniston foram colocadas em lados opostos, como adversárias. A traída e a pivô da separação - uma noção que, felizmente, fica cada dia mais datada. Em 2005, porém, as pessoas realmente se dividiram: você era ou do time Brad + Jen ou do Brad + Angelina.

Aos poucos, a torcida por Pitt e Aniston foi se enfraquecendo e se convencionou que Brangelina era, na realidade, o verdadeiro casal perfeito de Hollywood. Por isso, em 2016, quando Pitt e Jolie anunciaram seu divórcio, aconteceu um novo choque. Seu efeito se intensificou ainda mais dois anos depois, com a notícia de que Aniston também estava se separando do até então marido Justin Theroux. Uma avalanche de GIFs da Rachel em Friends tomou conta das redes sociais e o ship pareceu mais vivo do que nunca. Quer dizer, até a noite do último domingo, quando a obsessão voltou com tudo - pouco importando os dramas pessoais de cada um dos envolvidos.

Se depender da vontade de acreditar nos rumores, eles têm muitas chances de voltar. Mas, por enquanto, tudo não passa de fanfic. Mais uma até o novo casal da vez surgir.