Filmes

Lista

Oscar 2018 | 18 curiosidades sobre os indicados

Cerimônia acontece no início de março

Mariana Canhisares
23.01.2018
19h32
Atualizada em
24.01.2018
19h01
Atualizada em 24.01.2018 às 19h01

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas divulgou, nesta terça-feira (23), os indicados ao Oscar 2018. Para se preparar para a cerimônia, que acontece no dia 4 de março em Los Angeles, confira a seguir algumas curiosidades sobre os longas que concorrem a estatuetas nesta edição, assim como os indicados que conseguiram marcas históricas:

 

54 indicações do Oscar 2018 foram para mulheres

Em 2018, a Academia concedeu 54 das 215 indicações a mulheres. Porém, deste número, Jacqueline Durran foi mencionada duas vezes na categoria de Melhor Figurino, assim como a dupla Sarah Greenwood e Katie Spencer em Melhor Design de Produção. No ano anterior, 49 das 212 indicações foram dedicadas a mulheres.

Fox Searchlight foi o estúdio mais indicado neste ano

Fox Searchlight/Divulgação

Com todas as indicações de A Forma da Água e Três Anúncios Para um Crime, o Fox Searchlight foi o estúdio mais indicado na edição 2018 do Oscar. Na sequência, ficaram a Focus Features, com 14 indicações (O Destino de Uma Nação, Trama Fantasma e Victoria & Abdul), e a Warner Bros, com 13 indicações (Dunkirk e Blade Runner 2049).

Christopher Nolan queria filmar Dunkirk sem nenhum diálogo

Warner Bros./Divulgação

Originalmente, a ideia de Christopher Nolan era filmar Dunkirk sem usar roteiro e sem incluir sequer um diálogo. O diretor contou a seu irmão Jonathan, em entrevista publicada pelo Hollywood Reporter, que ele queria se propor esse desafio. Foi sua esposa e parceira de produção, Emma Thomas, que o convenceu do contrário. "Emma me olhou como se eu fosse um pouco louco e eu fiquei 'ok, isso não vai funcionar'".

Christopher Plummer é o ator mais velho a concorrer ao Oscar

TriStar/Divulgação

Substituindo Kevin Spacey em Todo o Dinheiro do Mundo, Christopher Plummer conseguiu sua terceira indicação ao Oscar. Com isso, ele se tornou o ator mais velho a ser indicado na história da Academia. Vale lembrar que ele é também o ator mais velho a ganhar: aos 82 anos, o ator levou a estatueta de Melhor Ator Coadjuvante por Toda Forma de Amor.

Dee Rees é a primeira mulher negra a concorrer a Melhor Roteiro Adaptado

Netflix/Divulgação

A diretora Dee Rees pode não ter sido indicada a Melhor Direção no Oscar 2018, mas certamente deixou sua marca na premiação. Entre os indicados a Melhor Roteiro Adaptado por Mudbound: Lágrimas Sobre o Mississippi, Rees foi a primeira mulher negra a ser selecionada pela Academia para a categoria.

Com Amor, Van Gogh é o primeira animação da história que foi pintada do início ao fim

Good Deed/Divulgação

Com Amor, Van Gogh, longa indicado a Melhor Animação, foi pintado do início ao fim por 100 pintores, algo nunca feito antes na história. A equipe foi responsável por cerca de 65 mil frames, todos eles elaborados a partir da mesma técnica usada pelo holandês. A produção originou, no final, 853 pinturas a óleo.

Jordan Peele é a terceira pessoa a concorrer a Melhor Filme, Direção e Roteiro

Awards Daily/Reprodução

Peele também fez história nesta edição do Oscar ao se tornar a terceira pessoa a concorrer a prêmios nas categorias de Melhor Filme, Melhor Direção e Melhor Roteiro Original. Vale notar que, embora Lady Bird - A Hora de Voar também apareça nas três categorias, Greta Gerwig não concorre em todas elas, por não ter atuado como produtora no longa, como fez Peele.

Jordan Peele é o quinto diretor negro a concorrer à Melhor Direção

Screen Rant/Reprodução

O diretor de Corra!, Jordan Peele, também foi reconhecido na categoria de Melhor Direção, tornando-se assim o quinto negro a concorrer a este prêmio. Antes dele, foram indicados John Singleton (Os Donos da Rua), Lee Daniels (Preciosa: Uma História de Esperança), Steve McQueen  (12 Anos de Escravidão) e Barry Jenkins (Moonlight: Sob a Luz do Luar), mas nenhum deles recebeu a estatueta de Melhor Diretor.

Logan é o primeiro filme de herói da história a ser indicado a Melhor Roteiro Adaptado

Logan/Fox/Divulgação

Com a indicação a Melhor Roteiro Adaptado, Logan fez história na 90ª edição do Oscar ao ser o primeiro filme de herói a concorrer na categoria. O filme concorre com Me Chame Pelo Seu Nome, Artista do Desastre, A Grande Jogada e Mudbound: Lágrimas Sobre o Mississippi. O diretor James Mangold assina o roteiro ao lado de Scott Frank e Michael Green.

Greta Gerwig é a quinta mulher a ser indicada a Melhor Direção

A24/Divulgação

Na sua estreia na direção, Greta Gerwig foi indicada à categoria Melhor Direção na edição 2018 do Oscar. Assim, ela, que também assina o roteiro de Lady Bird - É Hora de Voar, se junta ao pequeno grupo de mulheres que foi reconhecida pela Academia nesta categoria. São elas: Lina Wertmüller (Pasqualino Sete Belezas), Jane Campion (O Piano), Sofia Coppola (Encontros e Desencontros) e Kathryn Bigelow (Guerra ao Terror).

John Williams recebeu sua 51ª indicação ao Oscar

Stu Rosner/Boston Magazine

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas concedeu a John Williams mais uma indicação, agora pela trilha original de Star Wars: Os Últimos Jedi. Com ela, o compositor soma 51 indicações ao Oscar, das quais levou para casa cinco estatuetas: A Lista de Schindler (1993), E.T. - O Extraterrestre (1982), Star Wars (1977), Tubarão (1975) e Um Violinista no Telhado (1971). Williams é a pessoa viva mais indicada pela Academia e só perderia para Walt Disney, que foi lembrado 59 vezes pela instituição.

Meryl Streep conseguiu sua 21ª indicação ao Oscar

Fox/Divulgação

Interpretando Katherine Graham em The Post: A Guerra Secreta, Meryl Streep conseguiu sua 21ª indicação ao Oscar e se manteve no posto de pessoa mais reconhecida pela Academia em categorias de atuação. Atrás dela estão Katharine Hepburn e Jack Nicholson, ambos com 12 indicações, e Bette Davis, com 10 indicações.

Kobe Bryant pode ganhar seu primeiro Oscar

Wikimedia Commons/Reprodução

Depois de ganhar 5 campeonatos da NBA, o astro do basquete Kobe Bryant pode ganhar agora o seu primeiro Oscar. Ao lado do animador Glen Keane, o atleta pode levar a estatueta de Melhor Curta em Animação por Dear Basketball. Ele concorre com Garden Party, Lou, Negative Space e Revolting Rhymes.

Mary J. Blige é a primeira mulher negra a ser indicada a duas categorias

Netflix/Divulgação

A cantora, compositora e produtora musical Mary J. Blige conseguiu duas indicações ao Oscar 2018: Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Canção Original, ambos por Mudbound - Lágrimas Sobre O Mississipi. Assim, ela se tornou a primeira mulher negra a concorrer em duas categorias na mesma edição do prêmio.

Roger Deakins é o diretor de fotografia mais indicado na categoria Melhor Fotografia

Warner Bros./Divulgação

Roger Deakins recebeu mais uma indicação ao Oscar por seu trabalho como diretor de fotografia, dessa vez por Blade Runner 2049. Com isso, ele se tornou a pessoa mais indicada à categoria que não ganhou sequer uma vez a estatueta da Academia. Antes, Deakins estava empatado com George J. Folsey, que também nunca levou um Oscar para casa.

Criatura de A Forma da Água foi inspirada no longa O Monstro da Lagoa Negra

Fox Searchlight/Divulgação

O homem anfíbio, interpretado por Doug Jones em A Forma da Água, foi inspirado no filme O Monstro da Lagoa Negra. O personagem de Michael Shannon chega a dizer que a criatura foi encontrada na América do Sul, habitat do ser do longa de 1954.

Rachel Morrison, de Mudbound, é a primeira mulher a ser indicada a Melhor Fotografia

Netflix/Divulgação

Em 89 edições, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas nunca tinha reconhecido uma mulher na categoria de Melhor Fotografia. Em 2018, porém, o cenário mudou: Rachel Morrison, que assina a direção de fotografia de Mudbound - Lágrimas Sobre O Mississipi, recebeu sua primeira indicação ao Oscar. Nos últimos anos de sua carreira, Morrison foi a responsável pela fotografia de Pantera Negra e Cake: Uma Razão para Viver.

Gary Oldman só aceitou papel por causa do artista Kazuhiro Tsuji

Focus Features/Divulgação

Gary Oldman não aceitou interpretar Winston Churchill assim que recebeu o convite para O Destino de Uma Nação. Na realidade, o ator ficou indeciso em dar vida a um dos homens mais importantes do Reino Unido, como ele mesmo definiu. Por isso, ele exigiu que o diretor Joe Wright trouxesse o artista Kazuhiro Tsuji, responsável por O Planeta dos Macacos e Hellboy, que tinha se aposentado dos cinemas. "Ele era realmente uma das poucas pessoas que poderia fazer isso acontecer", afirmou Oldman.