Filmes

Artigo

Os Vencedores do Oscar 2008

Onde os Fracos Não Têm Vez leva quatro prêmios em noite de poucas surpresas

Marcelo Forlani
25.02.2008
00h00
Atualizada em
21.09.2014
13h33
Atualizada em 21.09.2014 às 13h33

Depois de muito vai, não vai, devido à greve dos roteiristas, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas cumpriu o seu próprio script e entregou os Oscars aos melhores de 2007.

Jon Stewart mais uma vez foi o anfitrião da festa e não decepcionou. Suas piadas eram inteligentes e ele tem um ótimo timing. Entre uma tirada aqui e outra ali, ainda deu tempo até dele fazer um merchandising básico do iPhone e do Nintendo Wii.

O Ultimato Bourne

None
O Ultimato Bourne - 3 Oscars

Onde os Fracos não têm vez

None
Onde os Fracos Não Têm Vez - 4 Oscars

Sangue Negro

None
Sangue Negro - 2 Oscars

oscar 2008 - poster

None

Indo ao que interessa, seguindo todas as expectativas, Onde os Fracos Não Têm Vez foi o grande ganhador da noite, com quatro Oscars dos oito a que concorria: Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Ator Coadjuvante (Javier Bardem). Também com oito indicações, Sangue Negro ganhou apenas os prêmios de Melhor Ator (Daniel Day-Lewis) e Melhor Fotografia. O independente Juno faturou o troféu de Melhor Roteiro Original. Entre as categorias técnicas, quem dominou foi O Ultimato Bourne, que levou três troféus - Edição de Som, Mixagem de Som e Montagem.

A noite começou com o justíssimo prêmio de Elizabeth: A Era de Ouro pelo seu maravilhoso figurino. Era o início de uma noite de poucas surpresas. Ratatouille, por exemplo, confirmou o favoritismo e levou o prêmio de Melhor Longa-Metragem em Animação. A primeira surpresa veio quando A Bússola de Ouro e seus daemons bateram os robôs de Transformers na categoria Efeitos Especiais. Na categoria de atriz coadjuvante, mais uma reviravolta: Tilda Swinton, em um estranhíssimo vestido, surpreendeu ao ganhar o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante por Conduta de Risco, que tinha Ruby Dee (O Gângster) como favorita. Entre as Atrizes, Marion Cotillard (Piaf - Um Hino ao Amor), que tinha ganhado o Globo de Ouro e o Bafta, levou para a França o Oscar.

Aliás, o que não faltou no Oscar 2008 foi ganhador estrangeiro. Para citar só alguns, os italianos Dante Ferretti e Francesca Lo Schiavo ganharam o prêmio de Melhor Direção de Arte por Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet, a dupla formada pelo irlandês Glen Hansard e a polonesa Markéta Irglová levou o Oscar de Melhor Canção por "Falling Slowly" e todos os atores premiados eram europeus: Tilda Swindon (Inglaterra), Marion Cotillard (França), Javier Barden (Espanha) e Daniel Day-Lewis (Inglaterra).

Conheça os ganhadores (em negrito) e os demais indicados, e clique nos nomes para críticas ou clipes:

Melhor Filme

Melhor Direção

Melhor Ator

Melhor Atriz

Melhor Ator Coadjuvante

Melhor Atriz Coadjuvante

Melhor Animação Longa-Metragem

Melhor Roteiro Adaptado

Melhor Roteiro Original

Melhor Direção de Arte

Melhor Fotografia

Melhor Figurino

Melhor Filme Estrangeiro

  • The Counterfeiters - Áustria
  • Beaufort - Israel
  • Katyn - Polônia
  • Mongol - Cazaquistão
  • 12 - Rússia

Melhor Documentário

  • Taxi to the Dark Side
  • No End in Sight
  • Operation Homecoming: Writing the Wartime Experience
  • Sicko
  • War/Dance

Melhor Documentário Curta-Metragem

  • Freeheld
  • La Corona
  • Salim Baba
  • Sari's Mother

Melhor Montagem

Melhor Maquiagem

Trilha Sonora Original

Melhor Canção Original

Melhor Curta Animado

  • Peter & the Wolf
  • I Met the Walrus
  • Madame Tutli-Putli
  • My Love

Melhor Curta Live-Action

  • Le Mozart des Pickpockets
  • At Night
  • Il Supplente
  • Tanghi Argent-i
  • The Tonto Woman

Melhor Edição de Som

Melhor Mixagem de Som

Efeitos Especiais

OSCAR 2011 | Filmes indicados e ganhadores