Operação Fronteira | Diretor comenta o fim e discute possibilidade de sequência

Créditos da imagem: Netflix/Divulgação

Filmes

Notícia

Operação Fronteira | Diretor comenta o fim e discute possibilidade de sequência

Filme estreia hoje, dia 13, na Netflix

Julia Sabbaga
13.03.2019
14h24

J.C. Chandor, o diretor de Operação Fronteira, conversou com o Omelete sobre a possibilidade de uma sequência, já que o filme deixa um gancho para uma nova aventura. Segundo o diretor, a ideia era explicitar a natureza humana, mas a chance de um novo filme existe:

"O filme muda nos últimos 25 minutos, de certo modo. O que eu queria fazer no fim é que você percebesse que a testosterona, o instinto humano, que os levou para todos os problemas do filme, continua neles. Eles são humanos e o filme é sobre isso. Terminar o filme daquele modo, para mim, foi um jeito de mostrar que pode ser que tenha uma sequência, mas também um jeito de mostrar que eles são humanos, e que o personagem de Charlie [Hunnam] não consegue se segurar. Centenas de milhões de dólares estão parados em um beco em algum lugar. Nós precisamos ir atrás."

Sobre a possibilidade de dirigir um novo filme, Chandor comentou: "O fim foi uma sinalização de uma sequência, mas se eu estou disposto a fazer isso, eu não sei. Talvez eu precise de um tempo deste tipo de história. Mas nunca diga nunca". 

Na história, cinco amigos se reúnem para acabar com um chefão das drogas na América do Sul. A Tríplice Fronteira é a turbulenta zona fronteiriça entre Argentina, Brasil e Paraguai, onde o rio Paraná converge com o rio Iguaçu. A região é um pesadelo para as autoridades e ponto de encontro entre crime organizado e terrorismo. Estão no elenco principal Ben AffleckCharlie HunnamOscar Isaac e Pedro Pascal.

Operação Fronteira já está disponível na Netflix.