Filmes

Artigo

Omelete Exclusivo: Visita ao set de Homem de Ferro

Um passeio pelo laboratório e a casa de Tony Stark

Steve Weintraub
16.04.2008
16h00
Atualizada em
13.11.2016
01h03
Atualizada em 13.11.2016 às 01h03

Em 13 de junho de 2007 fomos convidados para ir ao set de Homem de Ferro. Desde aquele dia estivemos aguardando o fim do embargo da Paramount Pictures para publicarmos todas as entrevistas e escrevermos sobre o que vimos por lá. Enfim, um ano se passou, o embargo acabou e já podemos divulgar o primeiro de uma série de artigos exclusivos sobre o filme!

Antes de mais nada, vale dizer que esta visita aconteceu antes de termos visto um frame sequer do filme. Foi muito antes da Comic-Con, antes dos trailers, das fotos e de todo o resto. Aquele foi o primeiro momento em que a Paramount mostrava seu filme para pessoas de fora da produção. Até ali não sabíamos se Homem de Ferro seria uma montanha de lixo... felizmente, durante a visita percebemos que o filme será mesmo é algo muito especial.

Homem de Ferro

None

mark iii

None

Robert Downey Jr.

None

Homem de Ferro

None

A visita aconteceu em Los Angeles, Califórnia, em um lugar chamado Playa Del Vista. Além dos sites parceiros Omelete/Collider estavam ali representantes de outros doze sites norte-americanos.

Ao entrarmos, fomos imediatamente para um enorme estúdio - não sem antes tentarmos espiar pelas frestas de outros estúdios aqui e ali, tentando ver qualquer coisa do filme...

Ao chegarmos, logo fomos apresentados ao porão de Tony Stark (Robert Downey Jr), onde pudemos caminhar livremente. É aquele local que aparece nos trailers e fotos, onde Tony constrói sua armadura e seus inventos. Era lá também onde ficava a coleção de carros do bilionário.

Claro que tudo isso parece muito mais empolgante em texto... quem já visitou um set alguma vez sabe que as coisas nas filmagens caminham a passos lentíssimos, já que a preparação para cada tomada leva um tempão. Então, normalmente ficamos mesmo é horas e horas esperando alguma coisa acontecer nessas visitas. Paciência é necessária - mas há muitas recompensas. A maior delas é poder conversar com o elenco e essas entrevistas você lerá em breve aqui no Omelete.

Depois do porão de Tony, visitamos as Indústrias Stark. Infelizmente, muitos dos cenários já estavam sendo desmontados, mas ainda era possível ver detalhes do escritório de Stark e também do local de trabalho de Obadiah Stane (Jeff Bridges). De lá, visitamos as cavernas onde Stark é mantido refém no começo da aventura e também os porões das indústrias Stark, onde a grande batalha entre o Homem de Ferro e o Monge de Ferro acontece. De todos os sets, aqueles era o mais elaborado e realista - as estruturas todas tinham texturas incríveis, e tocá-las não diminuiu em nada essa impressão. Não era um set barato, sem dúvida.

Depois de mais umas voltas por ali e de ver o interior do jatinho particular de Stark retornamos ao porão - e aí as coisas ficaram realmente interessantes.

Em grupos pequenos de quatro ou cinco pessoas, subimos uma escada ao fundo que dava acesso à casa de Stark, onde as filmagens começariam em poucos instantes. Nos posicionamos atrás das câmeras e aguardamos. Robert Downey Jr. entrou em cena na sala, caminhando em direção à janela. Essa cena era a primeira após sua espetacular fuga do cativeiro, dentro da armadura Mark I. O personagem estava extremamente machucado. Todo arranhado, mancando e com hematomas no rosto. Sua expressão era de surpresa, por não acreditar estar, enfim, de volta pra casa.

Claro que altíssima tecnologia não poderia faltar na casa de Tony Stark. Conforme ele caminhava em direção a janela, a sala parecia criar vida. A fonte ligou, seguida por luzes e outros pequenos detalhes. Finalmente, Tony/Robert chegou à janela, onde observada o Oceano Pacífico. Então começou a mexer numa tela virtual, que seria adicionada mais tarde por computação gráfica. Enquanto ele mexia no aparelho, uma voz computadorizada informou "você tem 1.719 mensagens de voz".

O Oceano Pacífico, claro, era falso. Uma pintura. Mas incrivelmente real - do tipo que engana mesmo os sentidos. Parecia que estávamos em Malibu olhando o mar.

Depois de alguns takes, tivemos que sair para que outras pessoas pudessem acompanhar as filmagens. Sem exagero... eu poderia ficar ali o dia todo vendo Downey Jr. trabalhar. A cada vez que ele repetia a cena incorporava algo a ela ou fazia alguma coisa diferente, uma sutileza, como um brilho no olhar, ou um gesto, Tudo muito interessante. É fascinante vê-lo atuar. Naquele momento, tive a certeza de que Homem de Ferro não seria apenas mais um filme de ação, mas um filme com enorme potencial para ser um dos melhores do ano.

Enfim, isso é basicamente o que vimos por lá em junho do ano passado. Já visitamos vários sets em nossa história e podemos dizer que cada um tem um universo próprio - alguns deixam você ver apenas o suficiente, outros deixam você explorar todo o filme e há alguns poucos como Homem de Ferro, que deixam você mergulhar dentro do filme, mas ao mesmo tempo não entregam surpresas. Esses são os melhores, afinal, também queremos nos surpreender no cinema - o que temos certeza que acontecerá em 2 de maio próximo.

Leia mais no Especial Homem de Ferro

O Omelete e o Collider agradecem
a Paramount e a Marvel pela visita.