Filmes

Notícia

O Último Tango em Paris | Bernardo Bertolucci e diretor de fotografia negam que houve estupro em cena

Entrevista de 2013 mostra diretor admitindo que cena foi feita sem consentimento

Camila Sousa
07.12.2016, às 11H36
ATUALIZADA EM 07.12.2016, ÀS 13H01
ATUALIZADA EM 07.12.2016, ÀS 13H01

Novas declarações aumentaram a polêmica sobre a cena entre Marlon Brando e Maria Schneider em O Último Tango em Paris. Primeiro, um vídeo de 2013 foi divulgado, mostrando o diretor Bernardo Bertolucci afirmando que a sequência foi feita sem o consentimento de Schneider (via Elle):

None

“A sequência da manteiga foi uma ideia que tive com Marlon [Brando, ator da cena] na manhã antes da filmagem”, afirmou o diretor, dizendo que se sentia mal, mas não arrependido, já que queria “a reação dela como mulher e não como atriz”.

“Queria que ela reagisse como alguém humilhada. Acho que ela me odiou e odiou Marlon, porque não a avisamos”.

Schneider tinha apenas 19 anos na época e afirmou posteriormente que tinha se sentido violada com a experiência: “Me senti humilhada e, para ser honesta, um pouco estuprada, tanto por Marlon, quanto por Bertolucci. Depois da cena, Marlon não me consolou, ou pediu desculpas. Por sorte foi apenas em um take”.

Agora (via Variety), o diretor divulgou um comunicado afirmando que não houve estupro e que a atriz não sabia apenas do uso da manteiga: “Eu especifiquei, mas talvez não tenha ficado claro, que eu decidi com Marlon não informar Maria que usaríamos a manteiga. Queríamos a reação dela pelo uso impróprio disso. Alguém pensou que Maria não sabia da violência com ela, mas isso é falso!”.

Vittorio Storaro, diretor de fotografia do filme, confirmou a versão (via The Guardian): “Eu estava lá, estávamos fazendo um filme, não era real. Eu estava lá com duas câmeras e nada aconteceu. Ninguém estava violentando ninguém”.

“Maria sabia perfeitamente bem o que estava fazendo. Ela sabia que era uma cena de estupro e não tinha problemas com isso. Era um trabalho de atuação e nada mais”, completou. Apesar das novas declarações, vários artistas de Hollywood mostraram indignação com o fato:

Schneider morreu em 2011 por conta de um câncer, mas teve vários problemas psicológicos ao longo da vida por conta da sequência. 

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.