O diretor Norman Jewison no set de Hurricane - O Furacão, em 1999 (Reprodução)

Créditos da imagem: O diretor Norman Jewison no set de Hurricane - O Furacão, em 1999 (Reprodução)

Filmes

Notícia

Morre Norman Jewison, diretor de Feitiço da Lua, aos 97

Cineasta canadense também assinou os musicais Jesus Cristo Superstar e Um Violinista no Telhado

Omelete
2 min de leitura
23.01.2024, às 09H09

O diretor Norman Jewison, conhecido por filmes como Feitiço da Lua, No Calor da Noite, Jesus Cristo Superstar Um Violinista no Telhado, morreu aos 97 anos. A notícia foi confirmada pela Variety, sem citar a causa da morte.

Nascido em Toronto, no Canadá, Jewison começou sua carreira em séries infantis da BBC, no Reino Unido. Contratado mais tarde pela emissora estadunidense CBS, ele passou os anos 1950 trabalhando na TV antes de ser recrutado por Hollywood.

Em seus primeiros longas, Jewison dirigiu astros da sua época como Tony Curtis (20 Quilos de Confusãode 1962), Doris Day Rock Hudson (Tempero de AmorNão me Mandem Flores, de 1963 e 1964), Steve McQueen (A Mesa do Diabode 1965) e Alan Arkin (Os Russos Estão Chegando! Os Russos Estão Chegando!de 1966).

Foi com No Calor da Noite (1967), no entanto, que ele ganhou a atenção da Academia pela primeira vez. O thriller policial que aborda tensões raciais no Sul dos EUA, coestrelado por Sidney Poitier, venceu cinco Oscar (incluindo melhor filme) e rendeu a primeira indicação para Jewison como diretor.

O cineasta foi lembrado outras duas vezes na categoria, pelo musical Um Violinista no Telhado (1971) e pela comédia romântica Feitiço da Lua (1987), além de ter recebido indicações como produtor por ambos os longas e por A História de um Soldado (1984).

Jewison nunca venceu um Oscar competitivo, mas foi premiado com o honorário Inving G. Thalberg Award em 1999. Ganhou também o Urso de Prata em Berlim por Feitiço da Lua, e foi indicado ao Emmy pelo telefilme Jantar Com Amigos (2001).

Entre os outros títulos de destaque na filmografia do canadense estão Crown, o Magnífico (1968), Rollerball: Os Gladiadores do Futuro (1975), Justiça Para Todos (1979), Hurricane, O Furacão (1999) e A Confissão (2003), seu último longa-metragem.

Jewison deixa a esposa, Lynne St. David, três filhos e cinco netos.

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.