Minha Mãe É Uma Peça 3 ultrapassa público de Tropa de Elite 2

Créditos da imagem: Globo Filmes/Divulgação

Filmes

Notícia

Minha Mãe É Uma Peça 3 ultrapassa público de Tropa de Elite 2

Longa agora é o terceiro filme nacional mais visto na história

Nicolaos Garófalo
13.02.2020
19h35
Atualizada em
13.02.2020
19h48
Atualizada em 13.02.2020 às 19h48

Há oito semanas em cartaz, Minha Mãe É Uma Peça 3 atingiu uma marca expressiva no cinema brasileiro. Com 11,23 milhões de espectadores, o longa estrelado por Paulo Gustavo superou Tropa de Elite 2 e se tornou longa nacional com o terceiro maior público da história, atrás apenas de Nada a Perder e Os Dez Mandamentos.

Além disso, o terceiro filme da franquia, dirigido por Susana Garcia, acumulou sozinho mais do que a bilheteria de seus dois antecessores somados – até 10 de fevereiro, o filme de 2019 havia arrecadado R$ 174,3 milhões, contra R$ 173 milhões dos longas anteriores. Recentemente, Minha Mãe É Uma Peça 3 já havia batido o recorde de Nada a Perder e se tornado a maior bilheteria da história do cinema brasileiro.

Na trama, Dona Hermínia (Gustavo) terá de lidar com a expansão de sua família após sua filha Marcelia (Mariana Xavier) aparecer grávida e Juliano (Rodrigo Pandolfo) anunciar seu noivado. A direção de Minha Mãe É Uma Peça 3 é de Susana Garcia, que já trabalhou com Paulo Gustavo no recente Minha Vida Em Marte (2018). 

Lançado em 2013, o primeiro filme de Minha Mãe é uma Peça se tornou o mais assistido no país daquele ano, com mais de 4,6 milhões de espectadores. A primeira sequência estreou em 2016.